Braga Cultura

Braga. Kelly Lee Owens no quinto aniversário do gnration

Pitchfork / DR
Redação
Escrito por Redação

O espaço “gnration”, situado na capital de distrito mais jovem do país e uma das mais jovens da Europa, e projeto resultante da Braga 2012: Capital Europeia da Juventude, assinala cinco anos de existência e fá-lo novamente com as portas abertas e um leque variado de iniciativas culturais.

A 28 de abril, sábado, o quinto aniversário do creative hub bracarense será celebrado com um conjunto de iniciativas gratuitas para todas as idades. Kelly Lee Owens, Powell, Surma, Ermo, Lavoisier, DJ Fitz, Osso e Sinø preenchem o programa de música entre
nstalações e workshops.

Kelly Lee Owens, a produtora e cantora galesa de 28 anos, que foi a grande surpresa da música eletrónica em 2017, estreia-se em Portugal como cabeça de cartaz do programa. Owens estreou-se em disco homónimo no ano passado e recebeu fortes elogios de publicações como o The Guardian e a Pitchfork. Pop, techno e krautrock fazem uma ponte única na música eletrónica de Owens. O disco recebeu nota máxima em crítica no jornal Público e figurou em 25o lugar na lista dos melhores do ano para a publicação.

Já o produtor britânico de música eletrónica Powell regressará à Blackbox do gnration, depois de ter por lá passado na edição de 2015 do festival de música eletrónica e arte digital SEMIBREVE. Dono da sua própria editora, a Diagonal, distribuída pela gigante XL Recordings, Powell é conhecido por ser um dos mais distintivos e difíceis artistas a operar na música eletrónica da atualidade.

A juntar ao cardápio de nomes internacionais estará também o irlandês DJ Fitz, que encerrará a festa de aniversário do gnration. Agente de bandas, John Fitzgerald faz também furor nas pistas de dança como DJ, onde dá lugar às mais rebuscadas e dançáveis canções que encontra em discos de vinil pelo mundo a fora.

No que toca a artistas nacionais, a leiriense Débora Umbelino, mais conhecida por Surma, autora de um dos melhores discos nacionais, apresentará o novo disco, Antwerpen. Também autores de um dos melhores discos nacionais para várias publicações, o duo Ermo cantará os parabéns ao espaço cultural da sua terra-natal. Lo-fi Moda foi considerado pela revista Blitz como o melhor álbum nacional de 2017 e contou com o apoio do gnration na gravação, o mesmo apoio que o gnration está a prestar ao coletivo hip-hop bracarense Osso, que gravam por estes dias o disco de estreia, a apresentar em primeira mão no gnration open day.

Num projeto comissariado pelo gnration, os Osso fundem músicos de Braga de diversos estilos e tiveram a sua estreia em concerto no ano passado, no palco gnration@ da Noite Branca de Braga, assegurando a primeira parte de Orelha Negra. O fascínio pela versatilidade do hip-hop em adaptar-se a qualquer cenário musical é o combustível deste grupo que se funde em batidas, rimas, scratches e samples. Ainda nos nomes nacionais, o programa contará com o concerto do duo Lavoisier, que apresentará o segundo disco É Teu, gravado pelo lendário produtor José Manuel Fortes.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação