País

Bombeiros de Barcelos foram parteiros em plena auto-estrada

Bombeiros de Barcelos foram parteiros em plena auto-estrada

Quando o alerta chegou ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Barcelos, na madrugada de ontem para hoje, os bombeiros Manuel Ribeiro e Carlos Ferraz estavam longe de imaginar que iam ter que ajudar a trazer um bebé ao mundo e muito menos que tal ia acontecer em plena auto-estrada. No entanto, quando chegaram ao local viram essas probabilidades subir drasticamente, uma vez que a bolsa de águas já tinha rebentado e as contracções sucediam-se em intervalos de cinco minutos.

Os soldados da paz ainda arrancaram o mais rápido que puderam para o Hospital de Braga, mas poucos metros depois de entrarem na A11 tiveram que interromper a marcha para prestar assistência à futura mamã, já que o parto era iminente. E assim foi, passados três minutos o pequeno Noah abandonava o útero da progenitora com 51,5 cm e 3,425 quilogramas. Os parteiros improvisados estiveram à altura do desafio e tanto a mãe como o bebé estão bem e de plena saúde. Este cenário começa a ser cada vez mais habitual para os lados de Barcelos, dado que é já a terceira criança a nascer com o apoio dos bombeiros locais desde Dezembro.

Em declarações ao jornal de Notícias, Manuel Ribeiro recordou o primeiro parto que realizou, há cerca de 19 anos. “Era tudo muito diferente. Ainda havia maternidade no Hospital de Barcelos e não havia INEM ou VMER. Fizemos o parto numa Peugeot pequena”, afirmou. Por sua vez, Carlos Ferraz não escondeu que as emoções foram aumentando de forma exponencial, até se traduzirem em lágrimas: “A primeira coisa que a mãe me disse foi ‘senhor bombeiro, ele não chora’, eu disse que ele já ia chorar. Fiquei emocionado, chorou o bebé e chorei eu”.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo