Vila Verde

Iniciou-se hoje a colocação dos contentores enterrados para os resíduos sólidos urbanos

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela deslocou-se, esta tarde, à Vila de Prado para presenciar in loco à colocação do primeiro contentor enterrado para resíduos sólidos urbanos (RSU´s) do Concelho de Vila Verde. Esta visita decorreu no âmbito do processo de melhoria que está a ser implementado no serviço de recolha do lixo, uma vez que serão instalados 75 contentores por diversos pontos do Concelho.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, destacou que “hoje, com a colocação do primeiro contentor enterrado de resíduos sólidos urbanos, viveu-se na Vila de Prado um passo importante na melhoria da qualidade ambiental do Concelho de Vila Verde. A instalação dos contentores enterrados em pontos estratégicos do nosso Concelho será sem dúvida um passo importante para a melhoria do serviço de recolha de lixo doméstico para todos os Munícipes. A partir de agora, com a existência dos contentores enterrados nos principais centros urbanos e locais identificados nas nossas Freguesias, os nossos munícipes encontrarão disponíveis durante 24 horas por dia pontos de colocação do lixo doméstico”.

“Vila Verde coloca-se assim a nível dos Concelhos mais desenvolvidos na recolha dos RSUs”

 

Para o edil Vilaverdense, “a reorganização do sistema de recolha de RSUs que preparamos para Vila Verde, já se faz sentir por todo o Concelho. Por vezes existe alguma resistência na implementação de medidas que visam melhorar a qualidade de vida de todos os Munícipes, contudo hoje assistimos a um marco histórico no Concelho de Vila Verde. Vila Verde coloca-se assim a nível dos Concelhos mais desenvolvidos na recolha dos RSUs.”

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, frisou ainda que “com a entrada em funcionamento deste novo serviço e a responsabilidade ambiental que esperamos que todos os Vilaverdenses demonstrem, acreditamos que a curto prazo termine a colocação indevida dos resíduos sólidos urbanos em locais inadequados.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo