País

Número de dádivas de sangue diminuiu em Portugal

A quebra na colheita de sangue faz com que o Instituto Português do Sangue faça um apelo aos dadores para reforçarem a sua dádiva. De acordo com o IPS as dádivas de sangue têm diminuído sucessivamente caindo a reserva nacional das 17.620 unidades, do início do ano, para as 11.240 unidades.

O Instituto procura angariar novos dadores, por um lado para colmatar os que se vão perdendo por via da emigração ou do envelhecimento, e por outro, os dadores regulares sobretudo os que dão mais do que duas vezes por ano, não deixem de dar. Pode proceder à doação de sangue quem tiver entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 quilos e tiver hábitos de vida saudáveis.

doação de sangue

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 92 milhões de pessoas dão sangue anualmente, sendo que 45% destes dadores têm menos de 25 anos e 40% são mulheres. A OMS quer expandir este universo de dadores, encorajando outras pessoas a tornarem-se dadores de sangue. A organização pretende que em 2020 as dádivas de sangue em todos os países sejam completamente benévolas e não remuneradas.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo