Vila Verde

Acessórios Namorar Portugal em cortiça e couro para o público masculino

A Artecouro investiu no mercado masculino lançando chapéus, bonés, cintos e carteiras, em cortiça e couro, com o tema dos Lenços de Namorados. Uma aposta arrojada, na entrada do “TGV” Namorar Portugal.

“Sei que estou a entrar num TGV”, palavras de Jacinto Teixeira, o empresário responsável pela Artecouro, a empresa que agora entra na ‘família’ Namorar Portugal, referindo-se á dinâmica do projeto.

Com uma aposta feita nos acessórios de moda produzidos em cortiça e em couro, a empresa de Guimarães empreende sobretudo no mercado masculino “porque ainda não está bem explorado nesta marca”, defende o empresário, que se fez acompanhar da filha, Maria José, de 18 anos, e seu “braço direito”.

São sobretudo chapéus, bonés, carteiras e cintos, feitos com bordados à máquina e à mão, para mulher. Para homem, com gravuras a laser, “para não ferir suscetibilidades, pois há homens que não gostam de usar cores”, justificou Jacinto o uso desta técnica, sobretudo em carteiras. Os produtos são personalizáveis, mediante encomendas. Os valores vão dos oito euros aos 55, em peças bordadas à mão.

Jacinto Teixeira é “um amigo de Vila Verde”, como o descreve o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela. Participa anualmente “em cerca de 40 feiras por todo o país”, adendou o autarca, entre elas a Festa das Colheitas, em outubro. Há anos começou a introduzir motivos dos Lenços de Namorados nas suas peças em cortiça. “Eu conheci o senhor Jacinto através deste chapéu”, referiu Júlia Fernandes, vereadora da cultura, educação e ação social, pegando num dos chapéus unissexo em cortiça com bordados e que passa a integrar a montra Namorar Portugal.

O presidente da autarquia felicitou esta entrada na marca municipal, de um parceiro que “já colabora há muito com Vila Verde e tem inovado muito na área do artesanato, nomeadamente na Festa das Colheitas onde, todos os anos, apresenta novidades.”

António Vilela sublinhou a presença assídua da Artecouro em eventos de artesanato, acrescentado que “passará a ser agora um dos embaixadores do concelho por esse país afora”.
Jacinto Teixeira trabalha desde os 13 anos em peles, tendo começado “numa empresa muito consagrada de calçado de Guimarães”. Depois transitou para aos acessórios de moda e foi gradualmente deixando o calçado, “mas o bichinho nunca se perde”, adiantou.

Os produtos Namorar Portugal da Artecouro já se encontram à venda no espaço Namorar Portugal e podem ser adquiridos também através da empresa.

Amanhã, 25 fevereiro, é dia de apresentar a linha ‘Paixão e tradição’ da Footnote, em malas e carteiras, uma sessão marcada para as 11:00 no espaço Namorar Portugal.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nota de imprensa de FPXT – Comunicação Criativa

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo