País

BREVES: Economia

Mota-Engil com carteira de encomendas de 4.400ME e volume de negócios de 2.400ME em 2014

A carteira de encomendas Mota-Engil fixou-se em 4.400 milhões de euros e o volume de negócios atingiu os 2.400 milhões de euros entre 2013 e 2014, segundo dados preliminares não auditados divulgados hoje pela construtora.

Num curto comunicado divulgado hoje à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Mota-Engil dá conta de que a sua carteira de encomendas atingiu os 4.400 milhões de euros em 2014, “com forte contribuição dos mercados da América Latina”, e que o volume de negócios atingiu os 2.400 milhões de euros no ano anterior.

No comunicado de hoje, a construtora informa ainda sobre a margem operacional, que “ultrapassa os 17% para o conjunto dos 12 meses do ano”, e sobre a dívida líquida consolidada (net debt), que foi reduzida em 7% durante o quarto trimestre de 2014, “fruto principalmente da redução do investimento em fundo de maneio”.

Exportações do setor da saúde atingiram 1.162 milhões de euros em 2014

As exportações do setor da saúde atingiram 1.162 milhões de euros em 2014, um aumento de 11% face a 2013, segundo cálculos do Health Cluster Portugal (HCP), com base em dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

O crescimento verificado em 2014 posiciona o setor da saúde acima da média nacional nas exportações de bens, uma vez que, de acordo com o INE, no conjunto do ano as exportações portuguesas de bens aumentaram 1,9% face a 2013, destaca o HCP.

O HCP é uma associação privada sem fins lucrativos que tem como objetivo promover iniciativas nas áreas económicas associadas à área da Saúde.

Vodafone assinala plano de expansão no fixo com campanha

A Vodafone Portugal anunciou hoje o lançamento da sua “maior campanha de Comunicação de sempre em termos de oferta do serviço fixo, transversal e com presença em várias localidades”, no âmbito da cobertura de rede de fibra de última geração em todo o país.

“Esta será uma campanha multimeios com presença em televisão, rádio, exterior, imprensa, cinema e Internet, que ‘pintará’ o país de vermelho, numa estratégia 360°”, refere a operadora de telecomunicações, adiantando que na primeira semana “serão emitidos mais de 1.300 ‘spots’ de TV (gravados em diversas regiões do país, como Lisboa, Porto, Coimbra, Guimarães e Faro), distribuídos quatro milhões de peças de comunicação e 800 mil capas de revistas e jornais serão cobertas de vermelho”, acrescenta.

Mercado de azulejos e pavimentos cerâmicos modera descida em 2014, para 2%

O valor do mercado português de azulejos e pavimentos cerâmicos moderou a sua tendência descendente no biénio 2013-2014. A queda estimada para o final de 2014 é de cerca de 2% e em 2013 foi de 6,6%, face aos 20% verificados em 2011 e 2012, foi hoje divulgado.

Segundo o estudo Setores Portugal “Azulejos e Pavimentos Cerâmicos” publicado pela Informa D&B, em 2014 as exportações diminuíram perto de 4%, situando-se em 246 milhões de euros, enquanto as importações cresceram moderadamente, até aos 32 milhões de euros.

A mesma análise estima que em 2014 as vendas de produção nacional se tenham situado nos 339 milhões de euros, o que representa menos 3,4% do que em 2013.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo