Vila Verde

Luís Filipe Silva remete-se ao silêncio após demissão da presidência da Comissão Política Concelhia do PS

O vereador da Câmara Municipal de Vila Verde, Luís Filipe Silva, recusou-se a prestar declarações ao VilaVerde.net acerca da sua demissão da presidência da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Vila Verde. Remetendo as suas justificações para o Comunicado que dirigiu à Comunicação Social, Luís Filipe Silva prefere agora distanciar-se de polémicas e falar apenas de assuntos ligados à autarquia vilaverdende.

“Falarei com muito gosto para o vosso órgão de informação, mas não neste momento nem a respeito deste assunto, pois, já disse o que tinha a dizer no comunicado que fiz no passado dia 7 de março. Nada mais tenho a acrescentar”, afirmou Luís Filipe Silva ao VilaVerde.net, mostrando, contudo, toda a disponibilidade para responder a questões de “índole autárquica”.

Apoiante de António José Seguro, Luís Filipe Silva demitiu-se no passado sábado, 7 de março, por estar a ser “alvo de ataques na imprensa local que fragilizam o partido”, conforme revelou em comunicado à imprensa publicado na íntegra pelo VilaVerde.net.

Sobre a polémica que alega que a demissão poder estar relacionada com a futura lista de deputados à Assembleia da República e possíveis divergências internas no partido, nomeadamente com o líder distrital do PS Joaquim Barreto, Luís Filipe Silva, preferiu não comentar.

De recordar, que em comunicado, o agora ex-líder da concelhia do PS de Vila Verde, lamentou ter que se demitir “depois do excelente trabalho desenvolvido por muitos e muitas Vilaverdenses em torno de um projeto autárquico alternativo”.

Luís Filipe Silva considera também que a “as manobras de diversão” existentes ao redor da sua liderança no PS “apenas visam o desviar de atenção dos problemas graves que verdadeiramente afetam os Vilaverdenses e atormentam a atual gestão autárquica”.

No mesmo comunicado, Luís Filipe Silva garantiu que irá continuar a exercer o cargo de vereador no executivo e afirmou ter a “certeza absoluta” que a sua “decisão permitirá, também, à estrutura do PS de Vila Verde proteger-se do pântano em que se transformou a disputa político partidária concelhia”.

A liderança da Comissão Política do PS de Vila Verde vai agora ser assumida pelo deputado municipal Carlos Mendes, que até então ocupava o cargo de vice-presidente da concelhia do PS de Vila Verde. Carlos Mendes deverá liderar a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Vila Verde até que sejam realizadas eleições ordinárias. Acerca da possibilidade da existência de eleições antecipadas ainda nada se sabe.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo