Vila Verde

Luís Filipe Silva remete-se ao silêncio após demissão da presidência da Comissão Política Concelhia do PS

Partilhe esta notícia!

O vereador da Câmara Municipal de Vila Verde, Luís Filipe Silva, recusou-se a prestar declarações ao VilaVerde.net acerca da sua demissão da presidência da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Vila Verde. Remetendo as suas justificações para o Comunicado que dirigiu à Comunicação Social, Luís Filipe Silva prefere agora distanciar-se de polémicas e falar apenas de assuntos ligados à autarquia vilaverdende.

“Falarei com muito gosto para o vosso órgão de informação, mas não neste momento nem a respeito deste assunto, pois, já disse o que tinha a dizer no comunicado que fiz no passado dia 7 de março. Nada mais tenho a acrescentar”, afirmou Luís Filipe Silva ao VilaVerde.net, mostrando, contudo, toda a disponibilidade para responder a questões de “índole autárquica”.

Apoiante de António José Seguro, Luís Filipe Silva demitiu-se no passado sábado, 7 de março, por estar a ser “alvo de ataques na imprensa local que fragilizam o partido”, conforme revelou em comunicado à imprensa publicado na íntegra pelo VilaVerde.net.

Sobre a polémica que alega que a demissão poder estar relacionada com a futura lista de deputados à Assembleia da República e possíveis divergências internas no partido, nomeadamente com o líder distrital do PS Joaquim Barreto, Luís Filipe Silva, preferiu não comentar.

De recordar, que em comunicado, o agora ex-líder da concelhia do PS de Vila Verde, lamentou ter que se demitir “depois do excelente trabalho desenvolvido por muitos e muitas Vilaverdenses em torno de um projeto autárquico alternativo”.

Luís Filipe Silva considera também que a “as manobras de diversão” existentes ao redor da sua liderança no PS “apenas visam o desviar de atenção dos problemas graves que verdadeiramente afetam os Vilaverdenses e atormentam a atual gestão autárquica”.

No mesmo comunicado, Luís Filipe Silva garantiu que irá continuar a exercer o cargo de vereador no executivo e afirmou ter a “certeza absoluta” que a sua “decisão permitirá, também, à estrutura do PS de Vila Verde proteger-se do pântano em que se transformou a disputa político partidária concelhia”.

A liderança da Comissão Política do PS de Vila Verde vai agora ser assumida pelo deputado municipal Carlos Mendes, que até então ocupava o cargo de vice-presidente da concelhia do PS de Vila Verde. Carlos Mendes deverá liderar a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Vila Verde até que sejam realizadas eleições ordinárias. Acerca da possibilidade da existência de eleições antecipadas ainda nada se sabe.

Comentários

topo