Vila Verde

A marca Namorar Portugal “tem um potencial de crescimento brutal e são cada vez mais os parceiros que se querem associar e fazer parte desta «grande família»

Entrevista à Vereadora da Cultura, Educação e Ação Social Município de Vila Verde Júlia Rodrigues Fernandes

Em entrevista ao VilaVerde.net a vereadora da Cultura, Educação e Ação Social Município de Vila Verde, Júlia Rodrigues Fernandes, fez o balanço do Mês do Romance, que decorreu ao longo de todo o mês de fevereiro em Vila Verde.

A vereadora considera a edição de 2015 como “uma das melhores de sempre” e revela que no próximo ano a iniciativa Mês do Romance será novamente palco de muitas surpresas e novidades que se estenderão com atividades por todo o país.

A marca “Namorar Portugal” vivencia agora um percurso de internacionalização, destaca Júlia Rodrigues Fernandes, e as espectativas para o futuro da marca são as melhores. O lançamento de novos produtos, a projeção internacional da marca Namorar Portugal, bem como a participação em feiras internacionais são alguns dos objetivos primordiais para este ano de 2015.

Qual o balanço que faz da edição deste ano do Mês do Romance?

destaque declaração 1A edição 2015 do Mês do Romance foi uma das melhores de sempre. Superou as nossas expectativas em termos de quantidade e de qualidade de produtos aliados à marca Namorar Portugal.

Abrimos a primeira Loja da marca, no espaço Namorar Portugal, em Vila Verde, que fica no Centro de Dinamização Artesanal e sede da cooperativa Aliança Artesanal, a entidade de preserva e divulga os Lenços de Namorados na atualidade. Podemos ainda encontrar todos os produtos à venda na Loja Namorar Portugal (www.namorarportugal.pt/loja).

Temos excelentes parceiros associados à marca Namorar Portugal e à programação Fevereiro, Mês do Romance que nos permitem executar atividades de excecional qualidade que atingem todos os públicos.

Lançamos, ao longo do mês de fevereiro, 25 linhas de produtos no mercado, temos já 28 promotores da marca Namorar Portugal a trabalhar connosco, fizemos apresentações e exposições por todo o país, criamos fortes dinâmicas no território, pusemos o país inteiro a falar de Vila Verde durante 31 dias.

Qual o impacto económico que a marca ‘Namorar Portugal’ tem no concelho de Vila Verde?

destaque declaração 2Os produtos Namorar Portugal encontraram parcerias em empresas como a Vista Alegre ou a Lameirinho, mas têm especialmente permitido desenvolver todo o tecido económico local, criando empresas e gerando valor acrescentado. Todos os produtos são apreciados e procurados pelo público, desde os Lenços de Namorados, confecionados pelas bordadeiras da cooperativa Aliança Artesanal, passando pelos produtos entretanto lançados, que são interpretações modernas dos Lenços, na cerâmica, têxtil-lar, calçado, acessórios de moda, artigos decorativos em madeira, cortiça, gesso, em vinhos, chocolates ou produtos de merchandising e souvenirs turísticos.

O conceito Namorar Portugal nasce da estratégia do Município de Vila Verde em aproveitar o enorme potencial turístico e cultural dos Lenços de Namorados, ícone identitário local. A estratégia baseia-se na promoção de um elemento de tradição que permite criar um evento, uma programação e todo um vasto conjunto de produtos, aliando esta tradição com a modernidade, e criando objetos contemporâneos de elevado valor cultural.

Começamos em 2003 com um concurso de moda dirigido a criadores e designers, para que apresentassem propostas inspiradas no mote ‘Lenços de Namorados, Escritas de Amor’. Esse concurso tem atualmente projeção internacional, com participações que vêm, inclusive, do Brasil.

Todos os anos na noite de 14 de fevereiro, Dia dos Namorados, é materializado na gala Namorar Portugal um evento destacado pelo Turismo de Portugal com a certificação de ‘Evento de Interesse para o Turismo’. O enorme interesse suscitado em torno da gala Namorar Portugal, e da sua inspiração maior, os Lenços de Namorados, levaram em 2009, à criação de uma programação denominada Fevereiro, Mês do Romance, composta por iniciativas culturais, na esmagadora maioria gratuitas, como concertos, desfiles de moda, saraus culturais, passeios, recitais de poesia, caminhadas, workshops, concursos, degustações e programas turísticos como Sabores do Romance, que une restaurantes, unidades de alojamento, bares e pastelarias do concelho, com descontos e campanhas especiais e decores temáticos.

Todo este universo, que se traduz em marca registada pelo Município de Vila Verde, transforma Vila Verde na terra do Amor, a capital dos Lenços de Namorados. Este é um conceito forte e diferenciador que traz mais- valias económicas a todo o Concelho. Muitas são as empresas que apostam na marca Namorar Portugal para reforçarem o seu potencial económico. Tem, além disso, permitido que muitas pessoas em situação de desemprego encontrem na marca uma forma de criar negócio e responder aos desafios do futuro.

Na sua opinião quais têm sido os ingredientes principais para o crescente sucesso da marca Namorar Portugal e da iniciativa Mês do Romance?

A inspiração do Namorar Portugal são os motivos dos Lenços de Namorados e as suas escritas de amor. Este ícone é um legado histórico e cultural. Surgiram no Minho, por volta do século XVIII, bordados pelas raparigas que aprendiam a bordar umas com as outras e movidas por sentimentos amorosos de uma paixão secreta, de amizade, saudade, esperança… a sua origem simples e bela está presente nos ícones mais carismáticos bordados: a chave (do coração, para o abrir), o passarinho (como mensageiro de segredos), o coração (como símbolo do amor) e o barco, um ícone muito usado em meados do século passado, testemunhando o enorme fluxo de migração para o Brasil, das promessas de regresso e da saudade deixada. As cores ricas dos lenços e os motivos ligados à natureza e ao campo são uma das imagens de marca dos Lenços de Namorados. Mas a singularidade está nos versos escritos pelas jovens e replicados por outras, no português da época, oralizado e com erros ortográficos e que os tornam únicos no mundo! A estratégia da marca Namorar Portugal visa trazer para a contemporaneidade esta riqueza, os valores, as cores, através de diversas formas de arte, de produtos modernos e inovadores, e de eventos e iniciativas, divulgando-os a nível nacional e internacional.

E para 2016, o Mês do Romance pretende fazer apaixonar ainda mais o país?

Temos o cuidado, todos os anos, de propor atividades que agradem a todos os públicos e que vão ao encontro de todos os gostos… O nosso objetivo é, não só atrair, como fixar turistas no concelho, para desfrutarem do melhor do território, através das nossas propostas culturais.

O que se pode esperar para a próxima edição?

Na próxima edição vamos tentar fazer ainda mais e melhor. Temos estado a evoluir todos os anos, daí que 2016 prometa muitas surpresas, novos produtos no mercado e muitas atividades associadas por todo o país.

Já se sonha com a internacionalização da marca Namorar Portugal? 

destaque declaração 3A marca Namorar Portugal está a fazer um percurso de internacionalização, desde logo através de alguns dos seus parceiros, mas também através da participação em feiras internacionais e do site, disponível em três idiomas.

A recetividade é sempre excelente porque ninguém fica indiferente ao principal impulsionador do projeto, os Lenços de Namorados, e aos sentimentos de amor, amizade, solidariedade e fraternidade que eles transmitem, porque são universais.

Além disso, a criatividade e a inovação presentes nos produtos Namorar Portugal é muito apreciada por todos, independentemente do país, cultura ou origem, e a contemporaneidade das centenas de peças que já estão no mercado tem recebido rasgados elogios.

O que se pretende é que turistas e clientes, nacionais ou estrangeiros, queiram conhecer esta região do Minho e descobrir que terra é esta que deu origem a um elemento tão forte e simbólico como o Lenço dos Namorados. Cá vão descobrir como é heterogénea e esmagadora a paisagem – montanhosa a norte, bucólica a sul, como é substancial a gastronomia, cheia de nuances gustativas e olfativas, e quão simpáticas são as nossas gentes, que nos ‘metem no coração’ sem nos conhecerem antes. Difícil será partirem sem que fiquem com saudade, mas essa também é uma das emoções que inspirou os bordados dos nossos Lenços…

Quais os próximos projetos previstos no âmbito da marca?

Vamos participar em Feiras Internacionais que divulguem a marca além-fronteiras e permitam criar ainda maior notoriedade e projeção do território.

Também é nosso objetivo lançar novos produtos ao longo do ano, criando ações fora do Concelho, de forma a manter a marca sempre mediática e cada vez mais presente na vida das pessoas.

Pretendemos ainda ver a marca Namorar Portugal colocada nos principais mercados internacionais, associada a marcas de prestígio. Esta marca tem um potencial de crescimento brutal e são cada vez mais os parceiros que se querem associar e fazer parte desta “grande família” que é já Namorar Portugal, com origem em ‘Vila Verde, Onde o Amor Acontece!’

 

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo