País

Amares “seduz” novas empresas com oferta de instalações e isenção de taxas


A captação de novas empresas para o concelho, designadamente através da cedência do espaço físico para os “voos iniciais”, é um dos objetivos do Gabinete do Empreendedorismo de Amares, hoje apresentado publicamente.

“A câmara tem espaços disponíveis para disponibilizar às empresas, na sua fase inicial de instalação no concelho. Depois, obviamente, as empresas terão de voar pelas suas próprias asas”, disse o presidente da Câmara de Amares à Lusa.

Manuel Moreira acrescentou que o incentivo municipal poderá também passar pelo apoio ao arrendamento de instalações e pela isenção de taxas.

“Queremos que o concelho se mostre atrativo para quem cá pretenda investir, nomeadamente para os jovens”, referiu.

O Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo vai funcionar às segundas, quartas e sextas-feiras, com quatro técnicos de áreas multidisciplinares, que estarão disponíveis para ajudar e orientar os investidores.

“A ajuda pode passar, por exemplo, pela elaboração de uma candidatura a determinados fundos”, explicou Manuel Moreira.

O gabinete irá também fazer um levantamento das empresas que existem no concelho, inteirando-se das suas dificuldades e das suas ambições, do que fazem e do que produzem.

Trata-se, como disse o presidente da câmara, de uma espécie de “radiografia” ao tecido empresarial, que permitirá aos futuros investidores detetar as lacunas existentes e as consequentes oportunidades de negócio.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo