País

Amares alerta Vila Verde para estado de poluição do Rio Homem

Poluição no Rio Homem leva Manuel Moreira, edil de Amares, a alertar António Vilela, homólogo de Vila Verde, para mau estado daquele importante curso de água.

Vários denúncias estão a preocupar autarcas de ambos os concelhos e que são atravessados pelos rio que tem várias praias fluviais e desagua no Rio Cávado na “Ponte do Bico”.

“Uma vez que o Rio Homem permite a ligação entre a Vila Termal de Caldelas e Vila Verde, vamos procurar sensibilizar a Câmara Municipal de Vila Verde para a situação”, refere Manuel Moreira, que já levou a cabo algumas ações para tentar resolver o mais rápido e eficazmente possível este problema.

“Foi analisada toda a parte do lado de Amares por uma equipa da GNR que subiu o rio de barco para averiguar se havia alguma descarga de fluentes e os dados que tenho levam-me a afirmar que não tem nada a ver com Amares”, diz, frisando que “não encontrámos nenhum tubo a descarregar resíduos e, além disso, constatámos que a etar de Caldelas, que é a mais próxima da zona afetada, está a funcionar normalmente”.

O presidente da Câmara acrescentando que “é necessário identificar o mais rápido possível a origem desta poluição sob pena de colocar em risco o meio ambiente e, consequentemente, a saúde pública”.

Manuel Moreira adiantou, ainda, que o Município de Amares está a procurar resolver, simultaneamente, o problema do rio Cávado no que diz respeito à ETAR da Ombra, em Ferreiros, que está com “capacidade esgotada”.

“Estamos a negociar com as Águas do Norte e quero durante este mês de julho levar o contrato a reunião de Câmara, no sentido de ligar esta ETAR à estação que se encontra em Cabanelas. É uma urgência ligar o nosso saneamento, sobretudo, na vertente do Cávado a essa ETAR”, frisa.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo