Braga

CLDS 3G aprovado em Plenário da Rede Social de Braga

Foi aprovado em sede de plenário do Concelho Local de Acção Social, que se realizou no edifício GNRation, o Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) 3G, que visa, com base na implementação de uma estratégia concertada de coesão territorial, promover a autonomização da população socialmente vulnerável e a capacitação dos agentes de intervenção.

O projecto, com a duração de três anos, terá a coordenação da Caritas Arquidiocesana de Braga, tendo como entidades gestoras a própria Caritas de Braga, o Centro Cultural de Santo Adrião e a Santa Casa da Misericórdia de Braga. Cada entidade fica responsável por um eixo de actuação, respectivamente o emprego, formação e qualificação; a intervenção familiar e parental preventiva da pobreza infantil e a capacitação da comunidade e das instituições.

Segundo Firmino Marques, vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, cada entidade gestora tem uma planificação que é partilhada, nos seus propósitos, com todas as instituições que constituem a Rede Social. “Este projecto teve como vertente inovadora o facto de ter sido validado pela própria Rede Social, o que contribui para co-responsabilizar as instituições deste universo na execução dos planos traçados”, afirmou, explicando que a divisão da gestão por três entidades é outra das novidades deste CLDS 3G.

Firmino Marques sublinhou ainda que, em 2015, a Rede Social de Braga tem estado ´particularmente activa´, o que é ´salutar´ e possibilita a partilha de informações, a troca de opiniões e a elaboração de estratégias comuns entre as diversas instituições e a acção social do Município. “ Estamos a trabalhar no sentido de desenvolver planos que possam resolver as questões sociais que existem e ajudar as pessoas e instituições que necessitam da colaboração de todos os agentes da Rede Social de Braga”, disse, enaltecendo a dinâmica das organizações do território, a concertação, o compromisso, as parcerias e a inovação que emanam destes encontros.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo