País

ECONOMIA: IAPMEI financia 258 projetos de investimento que vão criar 2.300 empregos

Partilhe esta notícia!

O IAPMEI vai financiar 258 projetos de investimento, no âmbito do novo quadro de financiamento Portugal 2020, que vão gerar quase 600 milhões de euros em exportações e criar 2.300 novos postos de trabalho, foi hoje divulgado.

De acordo com um comunicado do IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, estes projetos resultam dos primeiros concursos de apoio ao empreendedorismo e inovação produtiva lançados ao abrigo do Portugal 2020 e integram-se na área do empreendedorismo qualificado, estando ligados a setores de crescimento rápido.

Os 258 projetos envolvem um investimento de 614 milhões de euros e vão contar com incentivos na ordem dos 350 milhões de euros.

Segundo a mesma nota de imprensa, os investimentos aprovados vão gerar quase 600 milhões de euros em exportações e contribuir para um aumento do volume de negócios das empresas envolvidas na ordem dos 700 milhões de euros, ao mesmo tempo que vão permitir a criação de 2.300 novos postos de trabalho a nível nacional.

Os investimentos traduzem um crescimento no Valor Acrescentado Bruto gerado de mais de 330 milhões de euros.

A Região Norte capta mais de metade dos investimentos aprovados, quase 53% do total, com 324 milhões de euros, num total de 140 projetos, que absorvem um incentivo de cerca de 178 milhões de euros.

O Centro, com um total de 91 projetos aprovados, atinge quase 33% do total, num valor superior a 200 milhões de euros, coberto por um incentivo de mais de 112 milhões de euros.

A Região do Alentejo captou quase 48 milhões de euros do investimento aprovado, 8% do total, com 16 projetos que, em conjunto, representam um incentivo de 27,6 milhões de euros.

Lisboa e Vale do Tejo e o Algarve absorveram individualmente mais de 20 milhões de euros de investimento, cerca de 3,3% cada, com respetivamente oito e três projetos aprovados, que têm associados 12 milhões e 10,7 milhões de euros de incentivo.

Os primeiros concursos encerraram a 24 de abril, tendo o IAPMEI recebido 82% do total das 736 candidaturas apresentadas.

Os apoios associados a estes concursos assumem a forma de incentivo reembolsável, calculado através da aplicação de uma taxa base de 35% sobre as despesas elegíveis, que pode ser acrescida de majorações até um limite máximo de 75%.

Entretanto foram abertos novos concursos no âmbito dos Sistemas de Incentivos à Inovação Produtiva e ao Empreendedorismo Qualificado e Criativo, no âmbito do Portugal 2020, cujo prazo de candidaturas termina a 30 de setembro.

Comentários

topo