Vila Verde

Vilela exige obras de requalificação nas extensões de saúde de Pico, Vade e Cervães

Partilhe esta notícia!

“É imperioso a requalificação destes equipamentos”. É desta forma que António Viela, edil de Vila Verde, encara o atual estado delebitado das extensões de saúde de Pico de Regalados, Portela do Vade e Cervães.

Numa visita realizada às três unidades, o presidente da Câmara de Vila Verde sublinha, por diversas vezes, a necessidade de obras de requalificação. “É preciso desenvolver todas as diligências e encetar os esforços necessários para que nestes equipamentos de saúde, sejam realizadas as indispensáveis obras de requalificação”, frisou durante a visita, acrescentando que as obras têm que ser feiras “a curto prazo”.

Acompanhado do diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde Cávado II – Gerês/Cabreira, Nuno Oliveira, e do Presidente do Conselho Clínico ACES Cávado II – Gerês/Cabreira, Raul Borges, Vilela constatou a dinâmica de funcionamento destes polos, que prestam um importante trabalho de saúde de proximidade a mais de oito mil vilaverdenses.

facto este que leva António Vilela a desejar, sendo também um objetivo do Agrupamento de Centros de Saúde Cávado II – Gerês/Cabreira, a transformação dos polos numa Unidade de Saúde Familiar. “Atualmente um pilar fundamental no que concerne à prestação de cuidados de saúde primários”, sublinhou o edil.

Como aspeto positivo, António Viela sublinho um dado. “Estes cerca de 8 mil e quinhentos utentes têm todos médico de família”, disse, levando o presidente a concluir que “o concelho de Vila Verde tem uma cobertura total em termos de médicos de família”.

Na altura de receber louros, todos foram unânimes em destacar o espírito empreendedor do Município de Vila Verde em ter sido pioneiro na implementação do programa de vacinação gratuito que complementou, nos último anos, o Programa Nacional de Vacinação (PNV), em especial a Prevenar 13, vacina pneumocócica, preventiva de graves doenças como a pneumonia, a sepsis, a meningite e as otites crónicas.

“Vamos prosseguir a aposta continua na melhoria dos equipamentos e dos serviços de saúde prestados as todos os Vilaverdenses”, garantiu António Vilela.

Comentários

topo