Vila Verde

Município de Vila Verde reduz IMI

Partilhe esta notícia!

Após a definição das linhas mestras orientadoras da elaboração dos documentos de gestão para a no 2016, o Município de Vila Verde vai manter todas as medidas de estímulo à coesão social e ao desenvolvimento económico.

O orçamento para o ano de 2016 comtemplará, assim, uma vez mais, medidas amigas das famílias e das empresas, de forma a gerar condições favoráveis ao investimento económico e ao crescimento do setor empresarial.

O presidente da Câmara Municipal, António Vilela, refere que “o Município de Vila Verde tem vindo a implementar um conjunto de medidas dirigidas à fixação das empresas e das pessoas no território concelhio e à captação de novos investimentos”.

O edil frisa que “pretendemos através destas política que o território concelhio seja atrativo para as empresas e para as pessoas”.

“No próximo ano iremos implementar medidas que vão beneficiar as famílias mais numerosas através de uma redução da Taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis favorável para todos mas especialmente reduzida para as famílias com mais filhos”, afirma Vilela.

De entre o conjunto de medidas já implementadas destaca-se a existência de um tarifário especial nos erviços de água e saneamento para as famílias carenciadas e numerosos e a isenção do pagamento de taxas de construção de habitação própria para famílias carenciadas e para jovens ou casais jovem com idade média inferior a 35 anos.

A estes benefícios acresce em 2016 a isenção de IMI para os contribuintes com rendimento anual bruto inferior a 15 mil 295 euros, desde que o valor total do seu património não ultrapasse os 66 mil 500 euros e a isenção especial para famílias com filhos.

O presidente da edilidade vilaverdense afirma “estas medidas, acrescidas do facto de todos os munícipes ainda beneficiarem de uma Taxa de IMI no mínimo permitido por lei, ou seja, 0.3%, representam um grande esforço financeiro do Município que assim prescinde de receitas próprias em benefício das pessoas, das famílias e das empresas com objetivo de promover o bem-estar dos vilaverdenses e a sustentabilidade e crescimento do setor empresarial em Vila Verde.”

Ainda na área fiscal, o Município de Vila Verde está a implementar a isenção total nas taxas urbanísticas para obras destinadas a fins agrícolas, pecuários, florestais, turísticos e para todos os projetos de interesse municipal, além das taxas reduzidas de Derrama e respetiva isenção para as empresas que se instalem no concelho.

“Estão, assim, criadas condições para o bem-estar dos cidadãos, ao mesmo tempo que estamos a estimular o desenvolvimento económico e a impulsionar o crescimento sustentado do concelho de Vila Verde. Queremos ser uma terra apelativa e atrativa quer para as pessoas quer para as empresas”, acrescenta António Vilela.

Reação

Comentários

topo