Amares

“Coesão Social” é prioridade para Moreira da Silva

Cabeça de lista no distrito de Braga, Jorge Moreira da Silva, liderou comitiva em visita a instituição social de Vila Verde. “Coesão social” é palavra de ordem para a coligação de direita.

“Num tempo de austeridade imposta pelas dificuldades financeiras do país, tivemos que cortar em quase tudo, mas não nos apoios sociais. Para esta área, nos últimos quatro anos, houve um aumento de 2,7 mil milhões de euros”, frisou o cabeça-de-lista Jorge Moreira da Silva durante visita a instituição de solidariedade social.

Moreira da Silva sublinhou a importância vital das IPSS e das autarquias, entre outras entidades de intervenção local, na capacidade de resposta do Estado às situações de maior precariedade.

Nós não partimos do pressuposto que o governo deve fazer tudo

“Nós não partimos do pressuposto que o governo deve fazer tudo. Mas deve criar todas as condições para assegurar que quem está melhor preparado e adequado possa prestar os serviços e atender às necessidades das populações”, defendeu o líder da candidatura da coligação, que teve a companhia do social democrata, e edil de Vila Verde, António Vilela.

Para o futuro, Moreira da Silva assegurou que a coligação Portugal à Frente pretende aprofundar a Rede Local de Intervenção Social (RLIS), que é um instrumento que o Estado coloca à disposição dos cidadãos, por via das instituições do setor solidário.

reforçar a resposta de ação social

O objetivo é assegurar uma “intervenção articulada, integrada e de proximidade, que contribua para reforçar a resposta de ação social e que, junto com o novo modelo de Contratos Locais de Desenvolvimento Social, contribua no combate às desigualdades e à pobreza e na promoção da coesão”.

A comitiva também esteve em Terras de Bouro e Amares.

DSC_8714

DSC_8739

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo