País

Técnicos do INEM marcam greve nacional e manifestação para 1 de outubro

Os técnicos do INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica marcaram uma greve nacional para o próximo dia 1 de outubro em protesto pela falta de conclusão da carreira que estava a ser negociada com o Ministério da Saúde.

Segundo Luís Pesca, dirigente da Federação Nacional de Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, os tripulantes de ambulâncias do INEM e os trabalhadores dos centros de orientação de doentes urgentes (CODU) decidiram marcar uma greve nacional para dia 1 do próximo mês, que coincidirá com uma manifestação de protesto em Lisboa.

esta carreira não ia ver a luz do dia nesta legislatura

“Os trabalhadores do INEM reivindicaram uma carreira, houve um compromisso por parte do Ministério da Saúde para a revisão e negociação da carreira e, lamentavelmente, na semana passada, o secretário de Estado Adjunto da Saúde informou-nos que esta carreira não ia ver a luz do dia nesta legislatura”, afirmou Luís Pesca em declarações à agência Lusa.

Para a Federação de Sindicatos, o Ministério da Saúde andou a enganar os trabalhadores ao solicitar que parassem os seus momentos de luta porque a carreira estava a ser negociada e ia ser finalizada.

Foi um engodo aos trabalhadores

“Foi um engodo aos trabalhadores”, resumiu Luís Pesca.

Assim, os técnicos de emergência e os técnicos de ambulância do INEM decidiram avançar com um pré-aviso de greve nacional para dia 1 de outubro, três dias antes das eleições legislativas.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo