Amares

“O país e a região têm muito a ganhar com PNPG e o turismo de natureza”

Partilhe esta notícia!

(Redação) Líder da coligação Portugal à Frente no distrito de Braga, Jorge Moreira da Silva, esteve hoje no PNPG, em jornada de ações nos concelhos de Amares e Terras de Bouro.

A aposta na economia verde e nas atividades económicas em torno do turismo de natureza representam uma área com um enorme potencial para o país, e com especial relevância para a nossa região. A ideia foi defendida hoje pelo cabeça-de-lista da coligação Portugal à Frente no distrito de Braga, Jorge Moreira da Silva, durante uma visita ao Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Numa jornada em que a comitiva da coligação esteve em locais de património natural e histórico-cultural dos concelhos de Amares e Terras de Bouro, Jorge Moreira da Silva destacou o sucesso da estratégia levada à prática pelo atual governo PSD/CDS-PP, que assegurou “um forte aumento do turismo de natureza, com efeitos importantes na economia nacional”.

“O país e a região podem e devem tirar ainda maior partido do turismo de natureza, e especificamente do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Devemos tirar o máximo proveito, garantindo o maior benefício das populações locais. Para isso, será importante prosseguir e consolidar os esforços de harmonização das áreas protegidas com atividades económicas, para que possam gerar mais emprego”, defendeu Moreira da Silva.

Em seu entender, esse é o caminho que assegurará melhores condições para a qualidade de vida dos moradores destas áreas e, simultaneamente, para preservação e salvaguarda do património natural, enquanto “bem a defender e promover por todos nós”.

O líder da candidatura da coligação no distrito – acompanhado pelos candidatos a deputados Vânia Dias da Silva e Nuno Reis – destacou ainda a importante missão que tem vindo a ser desempenhada pelo GIPS-Grupo de Intervenção Proteção e Socorro da GNR, que tem assegurado dezenas de salvamentos de turistas, com particular incidência no PNPG.

Ao longo da jornada de hoje, a coligação Portugal à Frente visitou ainda o Mosteiro de Rendufe e as Termas de Caldelas, a par de contactos com a população do concelho de Amares, em que participaram também os candidatos a deputados Fernando Negrão e Isidro Araújo. As atividades encerram com uma sessão de esclarecimento no espaço de agro-turismo Casa Lata, em Carrazedo, também com a participação do eurodeputado José Manuel Fernandes.

Para a coligação Portugal à Frente, é determinante gerar, ao nível da economia verde, soluções políticas que transcendam o horizonte do curto-prazo e que confiram ambição, estabilidade e previsibilidade às exigentes reformas estruturais. As possibilidades que se abrem na área da economia verde são imensas. Atualmente, assiste-se à escalara global a uma mudança de paradigma na forma de promover o desenvolvimento. Por isso, impõe-se tirar partido das oportunidades económicas e de geração de emprego associadas ao crescimento verde, aproveitando as condições ímpares para competir e vencer à escala global no curto prazo nesta área.

2015-09-20-Amares MosteiroRendufe

Comentários

topo