Vila Verde

Caldeira Cabral visita empresas em Vila Verde

Partilhe esta notícia!

 

Durante a tarde de segunda-feira, Caldeira Cabral, primeiro candidato a deputado do PS por Braga, visitou várias empresas em Vila Verde, onde se fez acompanhar por uma comitiva local composta pelos candidatos a deputado de Vila Verde Luís Castro e Deolinda Pimenta.

é urgente resolver o problema do financiamento das empresas

Caldeira Cabral destacou a necessidade de urgentemente se resolver o problema do financiamento das empresas. Para o candidato socialista «O investimento empresarial deve assumir um papel preponderante, sendo uma variável-chave para uma recuperação forte e sustentada do crescimento económico. Num quadro de escassez de financiamento, é preciso encontrar formas novas e eficazes de financiar as empresas e dinamizar a atividade económica e a criação de emprego. Assumindo este desígnio, o PS mobilizará os recursos e adequará o quadro de apoios públicos à necessidade de uma retoma rápida do investimento.»

O candidato socialista destacou a necessidade de um melhor aproveitamento «do fundos comunitários que, nos próximos anos, poderão ajudar a dinamizar a economia, a atividades das empresas portuguesas e o emprego. É esse instrumento fundamental de investimento público que é preciso acelerar e concentrar nas áreas prioritárias, pois o mesmo constitui um poderoso fator de auxílio ao desenvolvimento económico.»

O PS irá criar um Fundo de Capitalização financiado por fundos europeus

Segundo Caldeira Cabral, «O PS irá criar um Fundo de Capitalização financiado por fundos europeus, podendo o Estado alocar ainda outros fundos públicos a título de investimentos de capital, ou de concessão de empréstimos ou garantias. As instituições financeiras poderão contribuir para o fundo de capitalização, tomando igualmente posições de capital ou quase capital ou concedendo empréstimos ou garantias».

Luís Castro, que acompanhou as visitas às empresas salientou a importância dos fundos europeus na economia, garantindo que «o PS vai promover uma melhor articulação entre entidades públicas e o sistema financeiro, além de uma expansão e diversificação das opções de financiamento das empresas, e procurando responder às dificuldades das PME’s, vamos criar mecanismos próprios dirigidos aos pequenos empresários e novos empreendedores».

Deolinda Pimenta destacou a importância do programa de estímulo ao empreendedorismo do PS que «estabelecerá um conjunto de benefícios fiscais para quem investir em pequenas empresas em fase de startup ou nos primeiros anos de arranque».

 

Comentários

topo