Braga

Rede de tráfico de carros topo de gama utilizava OLX e Standvirtual para o crime

Partilhe esta notícia!

A PSP de Braga, e num operação conjunta com outras diretorias policiais do país, colocou fim a um rede criminosa que utilizava OLX e o Standvirtual para burlar clientes, ficando-lhes com o carro.

Esta mega operação, como avançou ontem em primeira mão o Vilaverde.net, envolveu mais de 200 agentes policiais na região norte do país, mas foi em Vila Verde e Braga que a PSP descobriu a rede e a sede operacional.

“Estes mostravam-se interessados nos carros. Marcavam encontro, sempre através de um familiar ou amigo, e faziam negócio. Pagavam em cheques, sempre no final de semana. Quando o cliente via o saldo, aparecia a transação, mas quando chegam à segunda-feira o banco informava que o cheque não tinha cobertura”, conta Rui Matos, sub intendente da PSP de Braga.

Esta era a forma como a rede, que terminou com 27 detidos, operava. Um dos carros envolvidos no negócio tinha sido sorteado na E-Fatura. “Estas burlas eram realizadas por todo país, de Bragança a Faro, mas o grupo criminoso era residente, na sua maioria, no distrito de Braga”, confirma o sub-intendente.

Vila Verde servia de armazém

O armazém de Vila Verde, em Soutelo, era um dos locais onde os carros eram desmantelados. “Só aí foi possível recuperar 15 dos 18 carros. Mas o armazém também servia para desmantelamento”, explica Rui Matos.

A operação ainda vai durar alguns dias, pois há todo um inventário de peças para fazer. Armazéns em Braga e buscas domiciliários em Guimarães, Porto, Vila Nova Famalicão e Santarém levaram também ao encontro de 45 mil euros em numerário e telemóveis que foram apreendidos.

 

Comentários

topo