Cultura

Sarrabulho caseiro trouxe visitantes de todo o país até Coucieiro

Partilhe esta notícia!

(crónica) A excelência da gastronomia minhota arrastou, durante o passado fim de semana (7 e 8 de novembro), um autêntico mar de gente até à freguesia de Coucieiro. Os visitantes chegaram de vários pontos do país (do Porto, de Lisboa, do Alto Minho…), ávidos para provarem os sabores da tradição e degustarem um dos mais apreciados pratos da cozinha regional.

Contas feitas, pode-se afirmar com segurança que as expectativas não saíram defraudadas, uma vez que a organização não facilitou e entregou a liderança da cozinha a mãos experimentadas, que dominam com mestria a arte de confecionar um sarrabulho à boa moda do Minho.

A atuação das concertinas, na noite de sábado, e o magusto tradicional, na tarde de domingo, ajudaram a abrilhantar a Festa do Sarrabulho de Porco Caseiro, um evento inserido na programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, que tem crescido de forma significativa ao longo dos anos.

Gastronomia minhota é rainha em novembro
A vereadora da Cultura, Júlia Fernandes, presente no local, fez questão de louvar e enaltecer o espírito altruísta e abnegado demonstrado pela população local, que trabalha com determinação e afinco para dar corpo a esta iniciativa.

“A Rota [das Colheitas] ficou mais rica com este evento, que se tem revelado um grande sucesso. É muito interessante observar a implementação de uma forte dinâmica local, com a mobilização de muitas pessoas, na organização de uma iniciativa que vem conquistando muitos adeptos e que se desenrola em torno de um prato muito típico e tradicional da nossa gastronomia”, afirmou.

Júlia Fernandes prosseguiu referindo que, no seu entender, estão reunidas todas as condições para que a Festa do Sarrabulho continue a crescer e a ganhar cada vez mais fulgor, assumindo um papel de cada vez maior relevo na promoção e valorização do território.

A vereadora concluiu recordando que, durante o mês de novembro, a cozinha minhota assume figura de proa na programação Na Rota das Colheitas. A Matança da Ceba e Rojoada, na Lage, e o Fim de semana Gastronómico ‘Vila Verde, Capital do Pica no Chão’, um pouco por todo o concelho, são as iniciativas que se seguem dentro do mesmo âmbito.

Há potencial para continuar a crescer
O evento resulta de uma organização conjunta entre a Junta de Freguesia de Coucieiro, a Comissão de Festas de São João Baptista e a Associação de Amigos de São João Baptista. No final, todos concordaram que o balanço foi “extremamente positivo”. O presidente da Junta local, José Pimentel, que não escondeu uma enorme satisfação pelo crescimento gradual e consistente de uma iniciativa que se assume, cada vez mais, como uma referência na agenda gastronómica da região.

Durante a edição deste ano, passaram pela freguesia largas centenas de pessoas oriundas de diferentes pontos do país, o que permite à organização augurar um futuro auspicioso para Festa do Sarrabulho de Porco Caseiro. “Temos crescido de ano para ano e o potencial de evolução da festa é enorme. Se continuarmos a investir na divulgação, acredito que o evento pode atingir uma dimensão muito significativa”, frisou José Pimentel.

O autarca não terminou sem deixar uma palavra de apreço para as dezenas de voluntários que disponibilizam o seu tempo em prol da causa pública, dando corpo a uma iniciativa que tem dado um bom contributo na promoção da freguesia e do concelho de Vila Verde”. Em simultâneo, afigura-se como uma oportunidade de excelência para “fomentar o convívio entres as pessoas e fortalecer os laços existentes entre as pessoas”, concluiu.

Comentários

topo