Braga

Quatro estudantes da UMinho acusados de homicídio por negligência

Partilhe esta notícia!

O Ministério Público acusou quatro estudantes da Universidade do Minho de homicídio por negligência no caso da morte de três outros estudantes de Engenharia de Informática no caso da queda de um muro durante “celebração de vitória no guerra de cursos”.

O caso remonta a abril de 2014 e na altura chocou toda uma academia que se preparava para celebrar o “Enterro da Gata”, festas académicas da Associação Académica da Universidade do Minho.

Segundo nota do Ministério Público de Braga, através da Procuradoria-Geral Distrital do Porto, os quatro estudantes que subiram par ao muro, que suportava um conjunto de caixas de correio, e mantiveram-se “numa celebração de vitória sobre o curso de Medicina”.

Esta situação originou a queda de muro que atingiu três outros estudantes que morreram esmagados no local, junto à UMinho, numa zona de residência e bares.

Comentários

topo