Destaque

Rosa Mota encontrada sem vida junto a um moinho

O temido acabou por se confirmar. Rosa Mota, sexagenária desaparecida desde ontem à noite, foi encontrada cadáver junto a um ribeiro nas traseiras de um moinho abandonado na freguesia de Pico São Cristóvão.

Após 18 horas horas de buscas, com a GNR e Bombeiros Voluntários de Vila Verde (BVVV) a bateram as inmediações da casa onde vivia Rosa Mota, a vítima foi encontrada sem qualquer sinal de vida.

As condições atmosféricas adversas – frio e chuva – precipitaram a tragédia na pequeno lugar do Barral. Rosa Mota saiu de casa em pijana.

“Foram os familiares da vítima que deram o alerta”, indicou fonte das autoridades no terreno. Durante noite e madrugada de hoje, elementos dos BVVV bateram um largo perímetro em conjunto com a GNR e cães de buscas.

“Andamos no terreno ao longo do ribeiro que há naquele lugar”, indicou a mesma fonte. O corpo de Rosa Mota não estava muito longe de casa onde vivia com o marido.

A natal da família da vítima, que seria de alegria face à presença de familiares e filhos do casal que vinham de França, transformou-se em luto.

O corpo de Rosa Mota foi transportado pelos BVVV para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Braga.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo