Vila Verde

“Deplorável” e “muita desorganização” são queixas dos criadores que ontem desfilaram no concurso da gala “Namorar Portugal”

Partilhe esta notícia!

“Muita desorganização, vários coordenados errados e mal identificados”, começou por explicar Miguel Ribeiro, criador de moda vilaverdense e um de muitos criadores que estiveram presentes no “XIII Concurso Internacional de Criadores de Moda” da Gala Namorar Portugal, que decorreu na noite do passado domingo (14 de fevereiro) e que tinha “tudo para ser apaixonante”, faltando “respeito” e “retidão”, explica o criador.

Ao Semanário V, Miguel explica que viu as criações próprias passar com o nome de outros coordenados. “Quando a minha peça desfilou tinha o nome e o número de outra pessoa. Fui avisar que havia um erro, disseram-me que o meu número passaria a ser o nove e iria desfilar novamente para corrigir”, afirma Miguel Ribeiro.

O modelo acabou por passar outra vez, mas novamente mal identificado. “Fui avisar outra vez e a aliança comprometeu-se a corrigir até ao fim da gala. A gala acabou, e ninguém corrigiu nada. O meu coordenado nunca passou com o número certo nem com o meu nome”, afirmou Miguel Ribeiro, ainda sem palavras para um erro “deplorável”.

Também Melissa Islivarova, outra criadora, refere que “vestiram um dos modelos com a roupa ao contrário”. “Pedi justificações para o sucedido e falaram em confusão nos bastidores e espaço muito pequeno. Mas isto não justifica tudo”, refere Melissa em página do facebook.

À redação do Semanário V, e assim como em várias páginas do facebook, chegaram queixas conta à organização do evento. Também os diretos da gala, via youtube, foram removidos por violação de direitos de autor.

(notícia completa na edição desta quarta-feira, 17 de fevereiro, do Semanário V)

Comentários

topo