Braga

Processo de certificação da Viola Braguesa discutido em Braga

Partilhe esta notícia!

O processo de certificação da Viola Braguesa, instrumento típico de Braga, começa a dar os primeiros passos. A dúvidas entre construtores, tocadores e colecionadores, são muitas. Daí a importância da primeira sessão que decorreu em Braga, no auditório do Museu Dom Diogo de Sousa, e pretendeu dar a conhecer aos artesãos e unidades produtivas a importância da indústria dos cordofones.

“Este processo de certificação pretende ser inclusivo sendo a que a marca Braga é mais que o próprio concelho pode abarcar”, afirmam os promotores, no caso o município de Braga, mas também a Adere-Minho.

Miguel Bandeira, vereador de Braga, Teresa Costa, Adere-Minho, Fernando Gaspar, CEARTE, e Graça Ramos, Portugal à Mão, marcaram presença na sessão de esclarecimento.

A Adere-Minho, entidade a residir em Soutelo, Vila Verde, explicou todas as fases de implementação que incluí detalhes como o estatuto do artesão, unidade produtiva artesanal e elaboração do caderno de especificações com vista à certificação da Viola Braguesa.

 

Comentários

topo