Destaque Vila Verde

Milhares assistiram aos “Passos” da Vila de Prado (c/vídeo)

A Vila de Prado voltou, no passado domingo (20 de março), a cumprir a tradição centenária da Procissão dos Passos, uma das celebrações religiosas mais afamadas e concorridas da região, quer pela imensa beleza do desfile como pelo enorme simbolismo que lhe está associado. O público brindou a organização do evento com uma adesão massiva, num autêntico mar de fé que inundou as ruas da freguesia, com milhares de pessoas a darem forma a uma bela moldura humana que coloriu e encheu de vida algumas das principais artérias da vila.

Ao início da tarde a azáfama era grande, com todas as atenções concentradas na Igreja da Vila, local de onde arrancou um cortejo deslumbrante em direção à Capela do Bom Sucesso, no Largo de S. Sebastião, em pleno centro urbano da freguesia. Ao longe já se ouvia a bela sinfonia da banda musical, que ajudou a abrilhantar ainda mais a tarde. Mais de perto, era possível ver o magnífico desfile. Soldados romanos e anjos, nobreza sumptuosa e a plebe singela, personagens bíblicas e de época, crianças de tenra idade e Homens feitos, todos caminharam lado a lado para demonstrar que a chama da tradição continua bem acesa na Vila de Prado.

Percurso marcado por momento de forte emotividade
Centenas de figurantes trajados a rigor, de todos os tamanhos e idades, encarnavam personagens bíblicas e de época, levando a plateia por uma autêntica viagem no tempo até uma era bem longínqua. Os deslumbrantes andores decorados com flores são outra das imagens de marca de um evento que tem no encontro entre a figura da Virgem Maria e de Cristo, em pleno Largo de S. Sebastião, com uma narração emotiva e eloquente que apela ao sentimento dos presentes, num momento de grande carga emotiva. O retrato do percurso palmilhado por Cristo em busca da redenção da humanidade termina com o regresso do cortejo ao ponto de partida, a Igreja da Vila, onde tem lugar a rendição do centurião.

Procissão separada do comércio ambulante para diminuir perturbações
A Junta de Freguesia da Vila de Prado voltou a apoiar a iniciativa em termos de logística e implementou este ano uma novidade. Ao contrário do que sucedeu em edições anteriores, os pontos de venda ambulantes (sobretudo de comidas e bebidas) foram relocalizados, separando o comércio da procissão, diminuindo o número de eventuais perturbações e assegurando a solenidade e o resguardo que se exige nas celebrações de cariz espiritual. Além da autarquia pradense, são várias as associações locais que colaboram com a paróquia e com a Comissão encarregue de organizar a procissão, num ato que toca no coração dos pradenses, que demonstraram grande empenho e determinação para preservar as suas raízes e continuar a cumprir a tradição.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação