Barcelos

Agressões a agente e danos em viatura da PSP entre as ocorrências registadas pelo comando da PSP de Braga

As cidades de Braga, Guimarães, Famalicão e Barcelos foram, este fim-de-semana passado, palco de várias ocorrências que originaram sete detenções. Álcool, agressões a agente e danos em viatura da PSP, e arma ilegal como origem das detenções.

Detenções por condução sob o efeito do álcool

No dia 27 de março, nas cidades de Braga e Guimarães, a PSP deteve dois cidadãos e uma cidadã, de 41, 31 e 39 anos de idade, por condução de veículo sob influência do álcool, quando submetidos ao teste de alcoolemia, apresentaram uma TAS entre 1,33 e 1,919 g/l no sangue, sendo que um deles foi interveniente em acidente de viação. Os detidos foram notificados para comparecerem, nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial de Braga e Guimarães, respetivamente.

Detenção por coação, injúrias e danos voluntários a viatura policial

No dia 26 de março, pelas 00H40, na cidade de Braga, na Rua Conselheiro Lobato, a PSP deteve um cidadão de 62 anos de idade, residente em Braga, por coação, injúrias e danos voluntários praticados na viatura policial. O detido foi notificado para comparecer, nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Detenção por posse de arma ilegal

No dia 26 de março, pelas 03H00, na cidade de Vila Nova de Famalicão, na Rua António Sérgio, a PSP deteve um cidadão de 25 anos de idade, por ter em sua posse uma arma fogo, que lhe foi apreendida, bem como dois carregadores e 14 munições. O detido foi notificado para comparecer hoje, nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

Detenções por resistência, coação e tentativa de agressão a Agente de Autoridade

No dia 25 de março, pelas 10H00, na cidade de Barcelos, na Rua Gonçalves Torres, a PSP deteve dois cidadãos de 48 e 40 anos de idade, por resistência, coação e tentativa de agressão a Agente de Autoridade em serviço. Os detidos foram notificados para comparecerem hoje, nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Barcelos.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo