Amares

Semana de Associativismo de Amares marcada por “forte dinâmica”

A I Semana do Associativismo de Amares foi um verdadeiro sucesso. A iniciativa, que decorreu entre os dias 22 de abril e 1 de maio, apelou ao espírito interventivo e participativo das associações concelhias que se uniram à Câmara Municipal de Amares para levar até à população uma programação especial, deixando transparecer o forte dinamismo e a vitalidade protagonizados pelo movimento associativo.

Desde teatro, música, desporto, folclore, entre muitas outras atividades, motivos não faltaram para que a população fosse convidada a sair à rua para assistir e se juntar às iniciativas que, durante uma semana, deram vida às ruas e mais variados espaços do concelho de Amares.

Em jeito de balanço, o presidente da câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, realçou “o forte envolvimento, empenho e dedicação das associações quando chamadas a intervir em prol da comunidade e do dinamismo concelhio” e sublinhou, ainda, a “importância desta semana na valorização do movimento associativo e no estreitar de relações entre as associações e a Autarquia e, consequentemente, a comunidade”.

Manuel Moreira enalteceu o “excelente” trabalho que tem vindo a ser produzido pelo movimento associativo, destacando a este nível o papel do GADJ – Gabinete de Associativismo Desporto e Juventude do Município pela articulação “constante e produtiva” que tem levado a cabo com as associações e que “foi visível na organização e concretização desta semana que trouxe à população aquilo que de bom é feito em Amares”.

E foi precisamente reconhecendo o papel dinamizador que o movimento associativo ocupa na sociedade que a Câmara Municipal homenageou, num ato simples mas muito simbólico, todas as associações do concelho nas comemorações do 25 de abril, através da atribuição de uma bandeira representativa de cada um delas.

A I Semana do Associativismo arrancou no dia 22 de abril à noite, no Mosteiro de Santo André de Rendufe, com o monumento beneditino a servir de palco a um concerto do “Filho da mãe”, fruto de uma residência artística do Encontrarte Amares, dando início à programação, embora a abertura oficial tenha decorrido apenas no dia seguinte (sábado). A cerimónia oficial, onde marcaram presença 15 associações num total de 205 participantes, ficou marcada por um momento cultural único, através do qual as várias associações mostraram o que de melhor fazem cada uma na sua área de atuação.

As I Jornadas Sociais de Amares, organizadas pela câmara Municipal de Amares em parceria com o CLDS 3 G da Valoriza, a par da II Feira Social Saúde e Bem-Estar de Amares foram outro dos momentos altos desta iniciativa. Nas I Jornadas Sociais de Amares, ao longo de três dias, o Auditório Conde de Ferreira recebeu profissionais das mais variadas áreas que se juntaram para partilhar experiências e conhecimentos em torno de três temas centrais: “Envelhecimento e Incapacidades”, Sucesso Educativo e “Inovação Social e Sustentabilidade das Organizações”.
Já a II Feira Social Saúde e Bem-Estar de Amares deu a conhecer as ofertas nas áreas social, saúde e bem-estar, existente no concelho e contou, este ano, com a participação de 19 instituições, entre outras entidades que se associaram a esta iniciativa.

Destaque, entre muitas outras iniciativas, também para o corso carnavalesco, que depois de ter sido impossibilitado de sair à rua em fevereiro devido às adversas condições atmosféricas adversas que se fizeram sentir, saiu à rua, cumprindo aquela que é uma tradição enraizada no concelho e reconhecendo a dedicação de todos aqueles que, anualmente, se envolvem de alma e coração na organização desta grande festa.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo