Destaque

Rio Mau: Armandina Silva sonha com uma “aldeia dos pequeninos”

Partilhe esta notícia!

Quando acaba uma paixão, há sempre lugar para outra. É esta a lição de vida de Maria Armandina Silva, de 62 anos, residente em Rio Mau, e antiga professora de profissão, que viu a sua maior paixão, o ensino, ser-lhe retirado devido à reforma antecipada. “Chorei baba e ranho, deitei fora tudo o que me recordasse a escola, menos os trabalhos dos alunos” contou, emocionada, ao Semanário V, explicando que “não sabia muito bem o que fazer na reforma”.

“Comecei por arrumar a casa, os armários, gavetas, mas tudo isso acabou, já não havia mais para arrumar”, explicou esta antiga docente em Ponte de Lima, contando que depois passou “para o sótão”, e foi aí, no recanto mais escuro da casa, que encontrou a luz.

(Leia a notícia completa na edição desta semana do Semanário V, hoje nas bancas)

Comentários

topo