Destaque

Socialistas de Vila Verde afirmam que Rui Silva tem que se “retratar publicamente ” e “pedir desculpa aos vilaverdenses”

Partilhe esta notícia!

O Partido Socialista de Vila Verde diz que Rui Silva, presidente do PSD de vilaverdense, tem que se retratar publicamente e pedir desculpa aos vilaverdenses.

Tudo porque Rui Silva, ex-vice da câmara que lhe viu ser retirado mandato depois de processo judicial que decorreu nos tribunais, afirmou que “as juntas de freguesia em rutura política com o PSD são casos que têm de ser muito bem articulados com a Câmara Municipal”.

Esta declaração, para os socialistas, demonstra “que o PSD de Vila Verde não está preocupado com os vilaverdenses”.

“Nem com o trabalho desenvolvido pelos presidentes de junta, sejam eles eleitos pelo PS, pelo PSD ou em listas independentes”, refere o PS em comunicado à imprensa.

Segundo o mesmo comunicado, as declarações de Rui Silva são “de uma enorme promiscuidade entre a gestão autárquica e a gestão do partido político que suporta a autarquia: o PSD”.

“Até onde se estende essa promiscuidade?”, questiona o PS.

Segundo os socialistas de Vila Verde, a promiscuidade que parece existir entre o PSD de Vila Verde e a gestão autárquica, “demonstra que Rui Silva ainda não percebeu que já não é vereador da Câmara de Vila Verde: perdeu o mandato”.

“Quando tinha responsabilidades camarárias não se preocupava tanto com a câmara como aparentemente agora faz querer. O presidente do PSD de Vila Verde parece desconhecer a Constituição Portuguesa e a Lei das Autarquias: autarquias são uma coisa, partidos políticos são outra. Misturar os dois e gerir uma câmara a pensar em resultados políticos é altamente censurável”, destaca o PS em nota de imprensa.

O PS de Vila Verde dá conta de que “são os presidentes de junta os grandes obreiros das suas freguesias e do concelho de Vila Verde”, defendendo em particular o caso das juntas de Cabanelas e Prado.

“Os Presidentes de Junta de Cabanelas e da Vila de Prado, diretamente visados como alvo pelo presidente do PSD e por analogia pela ação camarária, têm conseguido gerir as suas freguesias, fazer obras em benefício da população, e, apesar da asfixia financeira que a autarquia lhes impõe, conseguem resolver os problemas das pessoas, prestando um serviço de excelência às freguesias e ao concelho de Vila Verde, motivo pelo qual o PS de Vila Verde e as suas populações lhes têm renovado a confiança, eleição após eleição”, lê-se no comunicado.

O Partido Socialista saúda ainda “todos os autarcas eleitos que trabalham em prol das suas freguesias, que promovem as suas terras e contribuem para o desenvolvimento do concelho de Vila Verde”.

“Entre eles os presidentes de junta do PS. Só com uma atitude desprendida de interesses políticos obscuros se conseguirá um concelho de Vila Verde mais desenvolvido, com melhores infraestruturas, com melhor rede viária, com saneamento e água para todos, com mais emprego e mais empresas”, refere o comunicado, que termina com a exigência de um pedido de desculpas de Rui Silva.

“O Partido Socialista de Vila Verde condena com veemência as afirmações proferidas pelo responsável do PSD de Vila Verde, esperando que ele se retrate publicamente e peça desculpa aos visados e a todos os vilaverdenses”, conclui a nota de imprensa.

Comentários

topo