Cultura

António Vilela faz balanço “muito positivo” das Festas de Santo António

Partilhe esta notícia!

“As Festas de Santo António 2016 revestiram-se de grande sucesso”. É desta forma que o Município de Vila Verde avalia a edição deste ano das festas concelhias, acrescentando mesmo que as festas “superam as melhores expectativas em termo de animação e de adesão do público às múltiplas iniciativas e atividades”.

“As festas de Santo António voltaram a exceder-se em matéria de organização e na forte atratividade que exerceram nos vilaverdenses, que foram inexcedíveis pelo seu envolvimento ativo nas atividades e pela forma alegre e muito animada como manifestaram o seu orgulho e interesse pela elevada qualidade das iniciativas”, destaca o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela.

O edil reforça ainda que “foram também numerosos os visitantes de outros concelhos e regiões do país”, incluindo mesmo muitos visitantes de Espanha.

“Como da vizinha Galiza, que se renderam a esta verdadeira mostra do associativismo concelhio e daquilo que de melhor se faz no território concelhio para preservar e valorizar tradições ancestrais”, frisa.

Foram vários os momentos importantes das festas. A procissão solene em honra de Santo António, a vertente gastronómica, com a 7.ª edição do Festival da Febra, o Festival de Folclore Concelhio e o Festival Folclore Luso Espanhol, as marchas e as rusgas populares, a tradicional Corrida de Cavalos, o concurso “As vozes de St.º António”, os jogos tradicionais, o After Party e o fogo-de-artifício avultam entre o vasto leque de atividades que enriqueceu a edição deste ano.

“Houve uma forte mobilização das instituições, das associações, das juntas de freguesia e dos vilaverdenses em geral é um dos aspetos que mais desejo salientar como o grande fator de sucesso destas festividades que muito honraram e dignificaram o concelho Vila Verde e todos os vilaverdenses”, acrescenta António Vilela.

É ainda de realçar a realização de atrativos espetáculos musicais, com intérpretes de reconhecido nome, como David Carreira, os D.A.M.A. e Hugo Torres, e que deram também palco a grupos e coletividades locais, como os Amigos da Paródia de Parada de Gatim e a Academia de Música de Vila Verde.

(Especial Santo António na edição impressa do V,  já nas bancas)

 

Comentários

topo