Curiosidades

Líder do CDS-PP envia carta com selo à Câmara de Vila Verde para “ajudar autarquia a enviar faturas”

Partilhe esta notícia!

Paulo Marques, líder do CDS-PP de Vila Verde, esteve esta manhã de segunda-feira nos correios de Vila Verde onde enviou carta com um selo dentro para ajudar os serviços da Câmara de Vila Verde que, alegadamente, não conseguem enviar “cartas para Lisboa”.

Esta foi a forma de protesto encontrada pelo líder do CDS-PP de Vila Verde, que viu o município vilaverdense cortar a água da sede do partido por incumprimento de pagamentos como adiantou em exclusivo o Semanário V.

“Por uma suposta dívida de nove euros porque, pelos vistos, não pode enviar segunda via do documento de pagamento para Sede Nacional do partido em Lisboa, que é quem a paga há já muitos anos”, frisou Paulo Marques.

A opinião pública de Vila Verde fala já em clima de “pré autárquicas” com eventuais receios do PSD face ao CDS-PP.

“Sei lá, nem quero saber na verdade. A verdade é que parece que o Município não tem recursos para segundas vias e por isso, a partir de hoje, farei o envio do dito selo postal ao presidente de Câmara com perseverança todos os meses, não quero ser acusado de não ajudar o executivo a pagar as dezenas de milhões de euros que o Município de Vila Verde deve por aí e que tanto envergonha os vilaverdenses”, frisa Paulo Marques, que adiantou ainda ao V, que os nove euros em dívida “já devem ter sido transferidos de Lisboa para os cofres de tão poupado executivo”.

(Notícia completa na edição impressa do Semanário V, 29 de junho)

Comentários

topo