Braga

Sara Brasil deixa saudades no “Vila” e sorrisos ao SC Braga

Partilhe esta notícia!

A atleta Sara Brasil, que na última época somou 35 golos marcados, partiu para novas aventuras, tendo recentemente ingressado no SC Braga que vai contar este ano com uma super equipa feminina.

A jovem, de 20 anos, natural de Felgueiras, deixou um legado importante com as cores do Vilaverdense FC ao ajudar a equipa na conquista de várias vitórias.

Sara Brasil, encheu de orgulho todos os dirigentes e adeptos que acompanham o futebol feminino, a atleta que ingressou no “Vila” numa outra posição foi aposta para a linha ofensiva, tendo-lhe sido concedido o papel de avançado, onde a mesma vestiu de corpo e alma e demonstrou a veia goleadora que tinha.

Para a jovem de Felgueiras a mudança não foi nada fácil, tendo mesmo afirmado que foi das mais difíceis que teve.

“Sem duvida que foi das decisões mais difíceis de tomar a nível profissional e pessoal porque tenho de mudar toda a minha vida e horários. No facto de eu pensar em mim e que sou uma jogadora ambiciosa e querer sempre mais daí querer abraçar um projeto desta dimensão”, frisou Sara Brasil ao Semanário V.

A atleta parte para uma nova aventura, mas leva no coração todos os momentos vividos com as cores verde e branca do “Vila”, onde brilhou durante os três anos na representação do emblema e onde a mesma afirma que foi lá que cresceu enquanto atleta.

“Foram tês anos de evolução no Vilaverdense, sem dúvida que lá comecei a construir um sonho de chegar a outros palcos. Aprendi muito como jogadora e como pessoa”, rematou Sara Brasil acrescentando algum mistério sobre um possível regresso no futuro.

“Neste momento quero focar-me no Braga, tenho muito a agradecer ao Vilaverdense sem dúvida que aquela equipa e aqueles treinadores não vou esquecer. Mas posso um dia pensar em voltar ao Vila porque sem dúvida que deixei lá uma família”, sublinhou Sara Brasil.

A jovem de Felgueiras que agora representará o SC Braga espera continuar no seu registo de goleadora, querendo fazer ainda mais e melhor e espera superar alguns desafios.

“O maior desafio de todas é marcar pela diferença numa equipa com grandes talentos e com jogadoras internacionais, o maior desafio vai ser superar grandes nomes”, concluiu ao Semanário V, Sara Brasil.

Comentários

topo