Destaque

Dois milhões de euros para segurança rodoviária, requalificação urbanística, água e saneamento

Partilhe esta notícia!

“A saúde financeira da câmara, que aumentou a capacidade de endividamento, permite fazer este empréstimo”, começa por explicar António Vilela, presidente da Câmara de Vila Verde, que hoje aprova empréstimo de dois milhões de euros para investir em segurança rodoviária, requalificação urbanística, água e saneamento. Tudo vai ficar pronto até agosto de 2017.

“As restruturação da dívida, diminuição da taxa de juro e a diminuição de encargos permite contrair este empréstimo”, destaca António Vilela, que abateu e dívida de Vila Verde em cerca de 10 por cento (1,8 milhões de euros), aumento a capacidade de endividamento do município de 8 para 12 milhões e tem atualmente um encargo de menos de 211 mil euros ano com a restruturação da dívida.

Quanto às obras, e segundo o edil, estas passam, no caso da segurança rodoviária por pintar todas as estradas municipais e criar passeios, assim como a melhoria de sinalização.

Na requalificação urbana estas passam por várias freguesias, como casos dos aglomerados da Vila de Prado, Ribeira do Neiva e Vila Verde. Mas também locais como Moure, Lage e Aboim da Nóbrega vão ver melhoradas avenidas de acesso.

Já nas questão da água e saneamento, Dossãos, Aboim da Nóbrega e Pedregais vão ter melhorias no abastecimento de água.

No saneamento, e segundo Vilela, a câmara vai avançar para pequenas ligações que faltam concluir, como os casos de Prado, Soutelo, Moure, Parada de Gatim e Escariz.

Oleiros e Cabanelas são outras freguesias que vão ser beneficiadas com várias obras estruturantes. Segundo o António Vilela todas as obras ficam prontas até agosto de 2017.

O presidente da câmara garante que estas obras não têm haver com o plano da atividades previsto e que atinge os 5,6 milhões de euros. “Outra questão é o reservatório que queremos instalar no Monte da Santa, mas aqui com fundos próprios e que vai custar 1,5 milhões de euros”, afirma.

 

Comentários

topo