Destaque

Vila Verde: Queixas contra o lixo amontoado nas ruas sobem de intensidade

Partilhe esta notícia!

São vários os ecopontos e pontos de recolha de lixo espalhados pelo concelho que têm lixo amontoado ao seu redor, motivando queixas por parte de munícipes, em relação aos responsáveis pela recolha.

Em Aboim, onde foi recentemente instalado um contentor de lixo subterrâneo, o panorama não melhorou, com o lixo a amontoar-se junto a esse mesmo contentor.

Também em Travassós, no lugar da Revenda, são várias as queixas assinaladas sobre o amontoar de lixo junto aos ecopontos locais.

O assunto da recolha do lixo, concessionado a privados, foi tema durante a reunião camarária desta segunda feira, tendo o edil, António Vilela, demarcado responsabilidades na Braval, empresa a quem a recolha do lixo nos ecopontos foi concessionada.

“O Município tem insistido com a empresa para que comunique o atraso”, disse o edil após confirmar que a Braval tem tido uma “recolha ineficiente”.

“O lixo residual não tem sido recolhido em tempo oportuno pela Braval apesar da insistência do município para com a empresa”, finalizou.

Contactada pelo Semanário V, a Braval demarcou-se de qualquer responsabilidade na recolha do lixo indeferenciado, sendo apenas responsável pela recolha nos ecopontos diferenciados.

Pedro Machado, diretor executivo da Braval, disse ao V que “não é por morrer uma andorinha que acaba a primavera”, referindo-se aos cerca de 200 ecopontos espalhados no concelho de Vila Verde, cuja grande maioria se encontra livre para depositar o lixo. “Não se trata de atrasos na recolha dos ecopontos que estão cheios, é que a maior parte das vezes trata-se de algum individuo menos civilizado ou mais distraído que empanca os ecopontos com cartão, levando a que as pessoas pensem que estão cheios, quando na verdade não estão”, referiu ao V.

Pedro Machado deixa ainda o apelo à população que não deixe o lixo junto aos ecopontos, referindo até que se trata de um ato ilícito por parte dos utentes. “Se sabem que o ecoponto está cheio, o que pedimos é que se desloquem a outro dos 200 ecopontos espalhados no concelho”, referiu o diretor da Braval.

 

Comentários

topo