Destaque

Joaquim Lima: O “Ronaldo” dos fotógrafos

Partilhe esta notícia!

Joaquim Lima, de 57 anos, e natural de Braga, é conhecido no mundo da fotografia como “Liminha”. Começou aos 10 anos, com o pai, que trabalhava no maior império nacional de fotografia, a Fotostudio, em Braga. Responsáveis pelas filmagens da RTP, Joaquim foi evoluindo na empresa, que também fazia casamentos.

E foi mesmo um casamento que proporcionou a vinda do fotógrafo para Vila Verde. “Fui cobrir um casamento ao Sameiro com um colega, o António, e aquilo correu um pouco mal. Ele estava cheio de sede e pediu um copo de sumo a um empregado, mas fui eu que o bebi sem ele se aperceber. Irritado, pediu outro copo de sumo, e eu voltei a fazer o mesmo sem ele dar conta. Ao terceiro, percebeu que era eu que lhe bebia os copos, então ameaçou-me de ‘porrada’, e eu não me fiquei”, conta, entre risos, Joaquim Lima.

O desenlace dessa “aventura” tomou proporções maiores quando os convidados do casamento aperceberam-se da contenda, desafiando os dois fotógrafos a iniciarem um “duelo de punho” às portas da Basílica. “Foi engraçado porque os convidados do casamento que eu estava a cobrir ficaram de um lado a puxar por mim, e os dele apoiavam-no. Aquilo não chegou a evoluir porque ao primeiro murro, ele perdeu o relógio, e acabámos com a brincadeira”, conta.

(Conheça mais histórias de Joaquim Lima na edição impressa nº 33 do Semanário V, já nas bancas)

Comentários

topo