Cultura

Marrancos: A tradição da espadelada do linho mantém-se (c/vídeo)

Celebrou-se, durante a tarde de hoje, a terceira edição da Espadelada do Linho, no Museu do Linho, na freguesia de Marrancos, Vila Verde.

A mostra foi levada a cabo pela Associação Cultural de Marrancos, em conjunto com o Rancho Folclórico de Marrancos, dando a conhecer aos visitantes todo o processo do tratamento e produção do linho, dividido entre o “mourisco” e o “galego”.

Com a presença do Rancho Folclórico Santa Marinha de Anais para ajudar nos cantares tradicionais, a festa prolongou-se durante toda a tarde, com direito a comida tradicional do tempo das verdadeiras espadeladas.

Segundo a tradição no início da espadelada, quem participasse teria que “aprovar” o vinho da terra bebendo todos da mesma tigela, tradição essa, que não faltou, hoje, durante a recriação.

“É muito importante para nós a preservação da tradição do linho, agradecemos ao senhor Abílio que é o grande mentor deste projeto e que mantém viva toda esta tradição”, disse Júlia Fernandes , vereadora da cultura,  elogiando o trabalho da Junta de Freguesia de Marrancos, da Associação Cultural de Marrancos.

Anabela Fernandes, mostrou-se entusiasmada com o sucesso da iniciativa. “Tentámos ao máximo divulgar esta iniciativa, inclusive realiza-se perto da estrada nacional, e ao ver o aparato, alguns condutores também param para visitar”, referiu a autarca. “

O Museu do Linho de Marrancos foi inaugurado há precisamente três anos, e conta já com centenas de visitas registadas.

 

 

 

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo