Braga

Câmara de Vila Verde assina protocolo para rastreio gratuito da Ambliopia

Partilhe esta notícia!

O rastreio pediátrico da Ambliopia do Hospital de Braga foi alargado a mais cinco concelhos da região, incluindo Vila Verde. O protocolo, conhecido como projeto “Pimpolho”, foi assinado esta manhã de quinta-feira com as câmaras de Vila Verde, Amares, Vieira do Minho, Terras de Bouro e Póvoa de Lanhoso.

Segundo Sandra Guimarães o projecto visa “despistar a ambliopia a todas as crianças”. “Todos menores que frequentam estabelecimentos de ensino público ou privado, com idades compreendidas entre os três e os quatro anos, idades em que a patologia pode ser revertida”, disse, referindo ao projeto que já existe em Braga há dois anos com elevada taxa de sucesso,

Para o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, a situação representa um projeto importante para Vila Verde.

A partir de outubro, juntam-se a este projeto as crianças dos concelhos de Amares, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Verde e Terras de Bouro. A ambliopia é uma doença exclusiva da infância e apenas tratável nessa fase da vida. A ambliopia é acuidade visual baixa de um ou dos dois olhos, causada por alterações que perturbam o normal desenvolvimento da visão durante um período crítico.

Comentários

topo