Destaque

Política: José Manuel Fernandes considerado o eurodeputado português mais influente

O eurodeputado José Manuel Fernandes foi considerado o português mais influente no Parlamento Europeu, segundo um estudo desenvolvido pela ‘VoteWatch Europe” – uma organização não-governamental internacional e apartidária que foi criada para promover um melhor conhecimento e maior escrutínio sobre a política da União Europeia.

Entre os 751 deputados dos 28 estados-membros (incluindo ainda o Reino Unido), José Manuel Fernandes ficou em 31º, sendo seguindo por Paulo Rangel, que ficou em 49º.

A valorização da capacidade intervenção e influência do eurodeputado José Manuel Fernandes no Parlamento Europeu resulta da avaliação de um conjunto de dados objetivos da ‘VoteWatch’, com base num método de ponderação de critérios avalizados por 234 entrevistados.

Deputado ao Parlamento Europeu desde 2009, o socialdemocrata José Manuel Fernandes integra o Partido Popular Europeu – o mais grupo político no plenário europeu – e é o coordenador e porta-voz do grupo na Comissão dos Orçamentos (apontada como uma das mais importantes comissões parlamentares).

José Manuel Fernandes é o relator do Orçamento geral da EU para 2016, além de que tem assumido sucessivamente nos últimos anos um trabalho de relevo da definição dos orçamentos anuais da UE, na dotação dos fundos comunitários e no financiamento das políticas europeias.

Em 2015 assumiu ainda a função de relator para o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos, o chamado ‘Plano Juncker’ que visa estimular a economia europeia com mais de 315 mil milhões de euros em investimentos até 2020.

Do trabalho de José Manuel Fernandes no Parlamento Europeu destaca-se ainda a autoria de propostas para o lançamento de projetos-piloto parta promoverem o emprego dos mais jovens – e que deu lugar ao programa ‘O teu primeiro emprego Eures’ – e, posteriormente, de pessoas desempregadas com mais de 35 anos de idade, o chamado ‘Reactivate’ que está em execução.

Também membro suplente da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários, José Manuel Fernandes é ainda membro efetivo a Delegação para as Relações com os Países do Magrebe e a União do Magrebe Árabe (DMAG) e a Delegação à Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo (DMED), além de que parte da Delegação à Assembleia Parlamentar Paritária ACP-EU (DACP).

 

 

O que é a VoteWatch

A ‘VoteWatch Europa’ é uma organização não-governamental internacional que se dedica a rastrear os votos dos políticos europeus. VoteWatch está em Bruxelas e é apartidária, independente dos governos nacionais e locais, das instituições da UE, bem como dos partidos políticos, agências, empresas e todos os outros órgãos. VoteWatch foi criada para promover um melhor conhecimento sobre a política da UE, proporcionando acesso fácil aos dados e análise especializada a votos e outras actividades do Parlamento Europeu (PE) e do Conselho da União Europeia.

Lançada em 2009, a ‘VoteWatch’ assume-se como organização de credibilidade reconhecida internacionalmente, na captação, interpretação e comunicação de grandes conjuntos de dados de decisões políticas para audiências especializadas e mais generalizadas.

Com uma equipa de profissionais que alia a competência técnica e especializada em assuntos da UE com experiência no desenvolvimento e uso de ferramentas de comunicação digital, a VoteWatch desenvolve projetos internacionais que cobriram mais de 20 países em 24 idiomas, atingindo um público de mais de 10 milhões de pessoas. Um estudo independente concluiu que a ‘VoteWatch’ foi um dos mais influentes ‘think tank’ da UE no espaço online no primeiro semestre deste ano.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo