Cultura

Vila Verde celebra o padroeiro dos agricultores na Festa de Sto Isidro

Em tempo de colheitas, manda a tradição minhota que se agradeça à terra o sustento. É exatamente o que vai acontecer no Lugar da Carvalhosa, na freguesia de Vila Verde, durante o próximo fim de semana.

De 23 a 25 de setembro, decorrem as festividades em honra do padroeiro dos agricultores, Santo Isidro, numa celebração em que as manifestações religiosas caminham de braço dado com momentos de pura diversão e animação musical. Três dias de festa e muita animação que vão trazer à sede de concelho concertos de música ao vivo, sessões de fogo de artifício, cerimónias religiosas diversas e um encontro de folclore.
As atividades começam já ao serão de amanhã, com música e muita animação no espetáculo preparado pelo grupo ‘Estrelas Imparáveis’, que atua pelas 22h00. Todas as noites fecham com uma sessão de fogo de artifício. No sábado, a música popular volta a ser a rainha da festa e sobe ao palco ‘Maria Celeste e Sua Banda’, que prometem pôr o público a vibrar do primeiro ao último instante.

O domingo é o dia mais preenchido, com atividades de grande simbolismo, que começam logo pela manhã, com uma missa cantada marcada para as 11h00. Ao início da tarde, decorre um dos momentos mais aguardados do fim de semana, a majestosa procissão em honra de Santo Isidro, em que os andores floridos seguem em desfile pela freguesia. Um cortejo que conta com a animação musical da Fanfarra da Vila de Prado.
O final da tarde traz-nos um bazar de oferendas, às 17h30, e a atuação da cantora Marciana, às 19h00. A música popular do Minho é a estrela do serão, com o encontro de folclore que vai contar com a presença do Grupo Folclórico de Vila Verde e do Rancho Típico infantil de Vila Verde. A iniciativa é organizada pela Comissão de Festas em honra de Santo Isidro e insere-se na programação turístico-cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, que de agosto a novembro se desdobra em mais de 30 iniciativas de divulgação e promoção da tradição da cultura minhota.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo