Destaque

Associados dos BVVV ameaçam com queixa no MP e pedem demissão de Paulo Renato Rocha

Um grupo de cinco alegados sócios da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde (AHBVVV) manifestou “repúdio e indignação” face à notícia avançada pelo Semanário V, que deu conta de o uso de uma ambulância daquela corporação, em sentido contrário e em marcha de urgência, a transportar o staff do programa “Somos Portugal”, da TVI.
Em comunicado enviado a várias instituições governamentais, para a direção dos BVVV e para a Câmara Municipal, o grupo assina como Manuel Dias, Carlos Santos, Maria Fernandes, José Silva e Manuel Mota, e condena a atuação dos responsáveis, na pessoa do “vice-presidente da direção”; Paulo Renato Rocha, fazendo uma apresentação formal de queixa, para os serviços da Autoridade Nacional de Proteção Civil, para o Ministério Público de Vila Verde, para o DCIAP Lisboa e demais entidades que irão averiguar os crimes envolvidos na decisão”, refere o grupo de associados no comunicado a que o V teve acesso.
Os sócios declaram que “tal atitude viola a cadeia de comando, mas acima de tudo viola a lei em vigor, pelo que quem age desta forma não poderá de forma alguma continuar a ocupar este cargo”, acusando Paulo Renato Rocha de ter “coagido bombeiros” e de “contratar colaboradores para a instituição de forma irregular”, pedindo ainda uma “missiva” ao presidente da AHBVVV uma “assembleia geral” para abordar este tema.
Partilhe esta notícia!

Comentários

topo