Destaque

Vereadores do PS de Vila Verde querem mais rigor nas contas da câmara e lançam propostas para “redução da despesa municipal”

Partilhe esta notícia!

Os vereadores do Partido Socialista (PS) de Vila Verde lançara um conjunto de propostas que prevês uma maior “redução da despesa municipal” através de uma política de rigor “na gestão dos dinheiros públicos”.

“A gestão dos dinheiros públicos exige que os políticos procedam à sua gestão com grande rigor. Como os recursos financeiros são um bem limitado importa que sejam feitas boas opções políticas sobre onde se gastar o dinheiro que é de todos”, referem os vereadores socialistas em documento enviado à imprensa.

Segundo estes, o caminho a seguir na gestão financeira da câmara tem que “ser diferente daquele que tem sido seguido nos últimos 20 anos”, onde consideram haver “desperdício e as prioridades de investimento erradas”.

Os vereadores do PS lançam mesmo “cinco perguntas públicas”.

“Como podemos aceitar que num só ano se gaste mais de 1 Milhão de euros em festas e hoje, no ano de 2016, ainda haja muitos concidadãos nossos sem saneamento e água em casa? Como explicar que há concelhos a devolver 5% do IRS cobrado pelo estado aos seus munícipes e em Vila Verde a Câmara fica com esse dinheiro todo quando o podia devolver aos Vilaverdenses? Como explicar os excessivos gastos na câmara de Vila Verde em ajustes diretos (sem concurso) e há empresas Vilaverdenses que concorrem a outros concelhos e ganham concursos? Como explicar as demasiadas avenças e consultadorias externas quando existem muitos funcionários qualificados nos serviços da autarquia?Como explicar os desperdícios financeiros que se verifica em várias despesas de funcionamento?”, questionam os vereadores “rosas”.

Não querendo cair no erro da “crítica fácil”, o PS de Vila Verde, através dos vereadores, lança várias medidas para a redução da despesa municipal e de consolidação da despesa corrente do município para que “sejam libertadas verbas para a melhoria da qualidade de vida dos vilaverdenses”.

Os vereadores querem concentrar os gastos “em festas” nas Antoninas e nas colheitas, assim como “devem ser analisadas e reduzidas as verbas inscritas para realização das outras galas e eventos promovidos pelo Município de Vila Verde, mantendo a oferta cultural, mas reduzindo os custos associados às mesmas”, referem em nota de imprensa.

O PS quer ainda “mobilizar e potenciar os recursos humanos” da câmara. “Redução das verbas gastas com as diversas Consultadorias Externas, redução do número de avenças e renegociação das consideradas necessárias para o desempenho dos serviços da Câmara Municipal. Assim como a renegociação dos contratos existentes entre a câmara e entidades externas, por forma a alcançar poupanças. Redução da contratação pública municipal feita com recurso aos ajustes diretos simplificados, permitindo poupanças através da comparação e negociação de preços que outras modalidades de contratação permitem”, apontam os vereadores.

O PS de Vila Verde quer otimizar a gestão dos serviços por forma a garantir significativas poupanças nesta área. “Com implementação de um sistema de monitorização e controlo dos consumos dos diversos sectores/serviços municipais, promovendo reduções nas despesas com os consumíveis, comunicações e na aquisição de materiais, bem como em equipamentos de desgaste. Propomos ainda a otimização e redução na quilometragem percorrida pelas viaturas municipais e a adequação dos horários de utilização da iluminação pública e revisão dos contratos existentes com o fornecedor. Também no que concerne à iluminação de todos os edifícios municipais deverá ser promovido um esforço adicional na utilização de recursos disponíveis utilizando tecnologias tipo LED capazes de gerar poupança”, lê-se no comunicado enviado à imprensa.

Comentários

topo