Destaque

Vila Verde: Fado, ópera e literatura marcaram celebração dos 161 anos do Município

O Município de Vila Verde assinalou o seu 161º aniversário com uma cerimónia levada a cabo no Salão Nobre da Câmara Municipal, durante a noite de ontem (25), e que contou com atuações de Isa de Castro e da Academia Musical de Vila Verde.

Cerca de uma centena de pessoas a ocuparam parte do Salão Nobre, para assistir às celebrações, que ficaram marcadas por discurso de António Vilela onde deixou exemplos da “obra feita” pelo seu executivo, apontando críticas ao governo socialista por “colocar os processos das variantes na gaveta”.

O edil salientou ainda a “atratitividade” do concelho em termos de investimento, revelando que nos últimos três anos, foram criadas 455 empresas no concelho, e reforçou que o “potencial turístico” passa pela requalificação das zonas ribeirinhas, através da criação de ecovias.

Vilela divulgou ainda que o Município gastou, ao longo dos últimos anos, cerca de 28 milhões de euros no alargamento da rede básica de água e saneamento, e na melhoria do abastecimento de águas, prometendo gastar mais 6 milhões no saneamento, revelando que está feita uma candidatura para esse valor.

No final dos discursos e da música, houve ainda a apresentação do livro “André Soares por Vila Verde”, da autoria de Eduardo Pires de Oliveira.

(Notícia completa na edição impressa do Semanário V, a 26 de outubro)

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo