Destaque

Alunos da EPATV distribuíram cabazes de Natal pelos mais desfavorecidos

Partilhe esta notícia!

A Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) “honra” o título atribuído nos últimos anos de “Escola Solidária”, ação promovida pela Fundação EDP, através da sua já tradicional Campanha de Natal.

Com efeito, os alunos desta instituição, de imediato, entraram em campanha durante a atividade comemorativa do Dia Internacional do Voluntariado, realizada no dia 5 de dezembro, sob o lema “Eu Sou Voluntário! Eu sou Jovem Voluntário EPATV!”.

Assim, foram duas semanas de intenso trabalho voluntário, com a divulgação da campanha junto da comunidade escolar, recolha de bens alimentares e elaboração de Cabazes de Natal, revelando-se um trabalho profícuo, constatado pela realização de 53 cabazes para entregar às famílias carenciadas dos concelhos de Vila Verde, Amares e Terras de Bouro, principalmente de alunos a frequentar a escola EPATV – uma vez que os jovens voluntários consideram a EPATV uma “família” que cuida dos seus, esta é umas das principais preocupações.

Por conseguinte, os professores responsáveis congratulam-se com a energia, a dedicação, empenho e alegria manifestada pelos jovens voluntários aquando a realização dos cabazes de Natal. O sorriso e a satisfação evidenciada por todos os alunos envolvidos espelharam de forma extraordinária um gesto de solidariedade para com os seus pares. Bem hajam Voluntários!

A direção da EPATV não ficou indiferente perante esta ação promovida pelos seus alunos e professores, oferecendo, novamente, o bacalhau para enriquecer o cabaz natalício, dando, deste modo, um toque especial à Campanha de Natal, pois a época assim o aconselha, dado que “para ser de Natal tem que ter bacalhau”. O grupo de Voluntariado fica assim grato à direção da EPATV, e com certeza as famílias que os irão receber também.

Por fim, finda a primeira fase da campanha, nos próximos dias 20 e 21 de dezembro, terá inicio o seu momento alto e emocionalmente rico para os Jovens Voluntários EPATV, com a entrega domiciliária dos cabazes junto das famílias carenciadas e já identificadas.

“Em suma, o Grupo de Voluntariado agradece todos os contributos que permitiram transformar em realidade o sonho de alguns, e contribuir para que a expressão “Feliz Natal!” não fique apenas pela intensão, vazia de ação”. informa a EPATV.

Comentários

topo