Destaque

Bombeiros. Lista de associados volta a pedir demissão da direção dos BVVV

Uma lista composta por 70 associados da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Vila Verde (AHBVVV), encabeçada pelo antigo membro da direção António Mota, organizou uma petição para uma Assembleia Geral Extraordinária, de modo a debater vários assuntos, entre eles um pedido de esclarecimento sobre “responsabilidade” do vice-presidente Paulo Renato Rocha, no “caso TVI”.

Outros assuntos que esta lista de associados pretende ver esclarecidos passam pelo alegado “despedimento de pessoal assalariado e subsequente contratação de novos assalariados, numa clara alusão ao caso “José Caridade”, para além de “pagamento realizado à revelia da direção referente à reparação da Auto-Escada, em favor da empresa EuroSafe, que após vários anos, continua avariada e sem servir a população”, indica a lista de associados.

Mas o “caso TVI” ocupa grande parte dos esclarecimentos requisitados pelos associados, que avançam com um pedido de apurar a responsabilidade de Paulo Renato Rocha no transporte dos apresentadores da TVI em viatura de socorro com marcha de emergência assinalada durante a Festa das Colheitas de 2016. Na sequência desse pedido, é também proposta pela lista de associados a “demissão do vice-presidente Paulo Renato Rocha, extensível à direção, em virtude da envolvência no caso TVI” que, segundo os associados, configurou “abuso de poder e eventual peculato” no caso que “resultou em danos patrimoniais e morais para a AHBVVV”.

Os associados pretendem ainda apurar o total de vergas gastas com refeições dos bombeiros envolvidos no combate aos incêndios florestais de 2016, questionando a direção sobre os montantes despendidos, se o Município de Vila Verde suportou as despesas das refeições, a quem pagou essas refeições e se a AHBVVV solicitou à ANPC o ressarcimento destas despesas.

A não-renovação da comissão de serviço do antigo comandante Alberto Lomba também não foi esquecida pelos associados, pedindo quais os “fundamentos” para a não continuidade do comandante ao serviço dos BVVV.

(Notícia completa na edição impressa do Semanário V, a 8 de março)

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo