Destaque

Bombeiros. Direção torna pública ata que levou à não-renovação do comandante Lomba

“Achincalhamento do presidente da direção, não cumprimento de ordens expressas e lançamento de boatos”, são alguns dos itens que terão levado à não-renovação do comandante José Lomba, informou esta noite a direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde (AHBVVV), perante os cerca de 48 associados presentes em Assembleia Geral Ordinária.

Um dos pontos será o não cumprimento de ordens expressas. Carlos Braga, presidente da AHBVVV, terá dado ordens ao comandante José Lomba para enviar as informações relevantes apenas para a caixa de correio eletrónico do presidente, ao que, alegadamente, José Lomba não terá cumprido, enviando informações para vários diretores.

Outro dos pontos será a “tentativa de bloquear formações” por parte do comandante, assim como um alegado “achincalhamento em praça pública” do presidente Carlos Braga, por parte do comandante, algo que, segundo Carlos Braga, nunca teve justificação por parte do comandante.

A direção informou esta noite os associados que essa ata onde estão detalhados os motivos que levaram à não-renovação da comissão de serviço do comandante José Lomba, estará disponível para consulta de todos os sócios da AHBVVV a partir de amanhã.

Juntamente com os “motivos” da direção, estará também disponível a consulta da decisão da comissão arbitral, que deu razão à direção da AHBVVV, concordando com as razões apresentadas pela “equipa” de Carlos Braga.

Recorde-se que a 21 de janeiro deste ano, o Semanário V noticiou um dos pontos dessa ata em exclusivo, que fala em “insultos” da parte da direção para com o comandante, insultos esses que, segundo a direção, nunca foram provados.

(Notícia completa na edição impressa do Semanário V, a 5 de abril)

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo