Destaque

Aboim da Nóbrega. As terras altas de Vila Verde que conquistaram a Bélgica

Partilhe esta notícia!

O passado sábado (23) foi dia de Aboim da Nóbrega se transformar em parque de diversões para turistas estrangeiros. Desde aprender a pastar cabras no monte até escorrer por penedos, foram várias as atividades ao ar livre que deixaram crianças e adultos com vontade de voltar.

O grupo, com cerca de duas dezenas de elementos, está alojado numa pousada em Ponte da Barca. Joel, propietária da pousada, e também ela de nacionalidade belga, há alguns anos que oferece este “pacote turístico” que mistura desporto e natureza.

O dia começou com uma pastagem de cabras. O José do Cabo soltou as 55 cabras do monte e o grupo acompanhou o pastoreio. Há muito que correr, porque estas cabras pastam enquanto andam.

As cabras não param para pastar

Do pastoreio, e com uma passagem pelos vários pontos altos de Aboim da Nóbrega, a presença comum foram sempre as rochas e penedos que enchem a paisagem. E os miúdos adoram.

Armando Carriça, guia e promotor destas “caminhadas selvagens”, é quem lhes ensina a tirar partido dos penedos. “Faço como quando éramos crianças, escorregamos em giestas pelos penedos abaixo, trepamos, fazemos escalada, saltamos… É um autêntico parque de diversões natural”, contou Carriça ao V.

“É uma forma de os pôr a subir montes e a fazer jogging quase sem darem por ela”

E a parte favorita das crianças foi mesmo o “escorrega”. Armando Carriça utiliza algumas giestas como meio de transporte. Senta três crianças atrás, e lança-se pelo penedo, a escorregar nas giestas. Os pais alarmam-se, porque a inclinação não é nada meiga. Mas nenhuma se magoou.

Carriça em mais uma volta no escorrega

“Os portugueses têm medo de fazer isto, acham sempre que vão partir um dente, mas a verdade é que isto é muito seguro e nunca houve nenhum acidente”

Ignar Heyms, um jovem belga, diz que sai de Aboim com “muito respeito por Portugal e pelo senhor que organizou a caminhada”. Carriça é já uma superstar por entre as mais de duas centenas de belgas que já fizeram este roteiro turístico. “Só não costumam gostar quando ensino palavrões”, conta, entre risos, enquanto um dos miudos belgas chama “burro” a outro.

Katrin Desimpel deixou elogios ao trabalho de Armando e à riqueza natural da freguesia aboinobrense. “Adoro isto, os miúdos gostam mesmo de saltar nos penedos e aproveitam para fazer ginástica”, conta.

“Só tenho pena de não ver por cá mais gente a fazer o mesmo”, diz, apontando o exemplo da Bélgica.

Terras da Nóbrega

“Zonas como esta não são deixadas ao abandono na Bélgica, inclusive alguns moradores criaram um fundo para que haja sempre cabanas restauradas para quem quiser passar algum tempo na montanha”

No final, Bart, outro turista, diz mesmo que Aboim tem potencial para ombrear com as “Highlands” da Escócia ou com as zonas turísticas montanhosas do sul de França.

(Fotos: Bia Santos e Armando Carriça)

(Saiba mais sobre o parque aventura natural de Aboim da Nóbrega na edição impressa n.º81 do Semanário V, já nas bancas em Vila Verde, Braga e Amares)

Comentários

topo