Destaque Vila Verde

Insólito. Erro técnico da Câmara de Vila Verde deixa projeto da adega em suspenso

Fernando André Silva

Um erro da Camara na avaliação das propostas do concurso para requalificação da Adega de Vila Verde levou a que o processo fosse retirado da ordem de trabalhos da reunião extraordinária de hoje.

O caso provocou mau estar no executivo PSD com António Vilela a ter de chamar os técnicos da autarquia que em plena reuniao confirmou o erro, levando à retirada do assunto da ordem do dia.

Segundo fonte do Município, esta obra foi projetada por uma empresa de Lisboa com recurso a um ajuste direto que ascende a mais de 70.000 euros.

O custo da obra de requalificação da Adega ascende a mais de 2,5 milhoes de euros e, pelo que foi possível apurar, a empresa BG BUILD GROW S.A., empresa de Oleiros com ligações ao empresario António Sá, será a favorita do executivo para realizar a obra.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista