Destaque Vila Verde

GNR. Governo justifica atraso na construção do novo quartel com “fatores imprevisíveis”

Fernando André Silva

O Ministério da Administração Interna (MAI), através de portaria no Diário da República, procedeu ao reescalonamento da despesa para 2017 da construção do novo Quartel da GNR de Vila Verde, cujo as obras estavam previstas para terminar ainda em 2016.

Na portaria assinada pelo Secretário de Estado do Orçamento, João Leão, pode ler-se que o Governo autoriza a Secretaria-Geral da Administração Interna a assumir os encargos relativos à reabilitação do Posto Territorial da GNR em Vila Verde,  até ao montante global de 723 mil e 856 euros, mais IVA.

“Por vicissitudes várias e fatores imprevisíveis, não foi possível concluir as obras de reabilitação do Posto Territorial do GNR em Vila Verde no ano de 2016, conforme escalonado pela Portaria 274/2016, de 21 de setembro”, indica a nova portaria em Diário da República, sem especificar em concreto o que motivou o atraso.

“Importa assim, proceder ao reescalonamento plurianual da respetiva despesa para o ano de 2017, sem que tal origine um aumento do encargo total, mantendo-se o montante inicialmente adjudicado para a execução da empreitada”, pode ler-se ainda na mesma portaria.

As novas instalações da GNR em Vila Verde já estão em funcionamento há pouco mais de um mês, não havendo ainda data para a inauguração oficial do novo quartel.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista