Destaque Vila Verde

António Vilela. “Voltaremos a estar à altura daquilo que todos esperam de nós”

Fernando André Silva

António Vilela (PSD) tomou ontem posse como presidente da Câmara de Vila Verde, assim como os restantes órgãos autárquicos eleitos para o executivo, para a Assembleia Municipal e para as Juntas de Freguesia.

Durante o discurso de tomada de posse, o edil reeleito apontou como prioridades para este novo mandato o “desenvolvimento económico, social, cultural e educacional”, os quais, segundo o edil, “têm que se ancorar na capacidade empreendedora de todos os atores locais, mas também na criação de condições para que surjam e cresçam os projetos empresariais”.

A adoção de uma politica fiscal “amiga das famílias e das empresas” é o caminho que António Vilela garante continuar a percorrer para “aumentar a atratividade e a competitividade do território”.

Vilela garantiu ainda que “continuarão as políticas ativas de atração de investimento, nomeadamente as medidas fiscais amigas das famílias e das empresas tendo como prioridade o crescimento económico, o investimento, o empreendedorismo e a criação de emprego”.

“Prescindiremos de receitas a pensar na captação de empreendimentos que criem postos de trabalho e assim ajudem a fixar a população e a atrair novos residentes”, disse ainda o edil, pretendendo que “os munícipes encontrem a máxima abertura, disponibilidade, transparência e zelo nos serviços que diariamente lhes prestamos, por isso, vamos continuar a apostar na melhoria, na modernização dos serviços municipais e na desconcentração e agilização dos mesmos, aproximando-os ainda mais das pessoas”.  O edil garante ainda que vai haver reforço de meios e ações na área da Proteção Civil, na medida d”e segurança na proteção de pessoas e bens e de uma rápida ação em caso de emergência ou catástrofe”.

António Vilela, que sente “grande honra” por continuar à “frente dos destinos do concelho”,  salientou ainda que “Vila Verde encontra-se entre os concelhos com maior dinâmica económica do distrito e do país”, dizendo que “nos últimos quatro anos (2013-2017) foram criadas no concelho 585 novas empresas, mais de 12 empresas por 1000 habitantes e o crescimento económico atingiu os 3% um valor claramente acima da média nacional”, e ainda que Vila Verde é o concelho do país com maior esperança média de vida.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista