Braga Destaque Região

Braga. AGERE vai pagar água que moradores gastaram com os incêndios

Fernando André Silva

A empresa municipal que gere as taxas da água dos munícipes de Braga vai atribuir um crédito na próxima fatura apontado ao consumo de água excedente, e respetivas taxas.

A medida vem na sequência dos incêndios que assolaram a cidade no passado dia 15 de outubro e que obrigou a gastos de água extraordinários por grande parte dos habitantes das freguesias afetadas.

A empresa avança em comunicado que “na sequência dos incêndios que assolaram o nosso concelho no passado fim-de-semana, a AGERE em articulação com a Câmara Municipal de Braga, solidária com todos os munícipes das freguesias mais afetadas, que tiveram de recorrer ao abastecimento de água própria, para se protegerem a si e aos seus bens, entendeu proceder ao crédito do consumo de água excedente e das respetivas taxas”.

“As populações que sofreram mais com os incêndios, e que se juntaram elas próprias aos bombeiros no combate nas diversas frentes, não devem ser penalizadas pelo elevado consumo de água verificado nesses dias”, diz ainda o comunicado, revelando que “a AGERE decidiu atribuir um crédito na fatura aos munícipes que tenham tido um consumo superior à média do último ano. O referido crédito será igual ao consumo excedente à média verificada”.

A empresa diz ainda que esta é “uma forma de minimizar os custos com os consumos de água, na prestação de um serviço público, que evitou danos maiores no concelho”, informando que, “para que tal seja possível, os munícipes afetados deverão aceder ao formulário disponibilizado no (…) site em www.agere.pt e preencher os dados solicitados”.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista